Parque Histórico de Carambeí, por Letícia A. Nunes

 In Destaque, Noticias

Texto produzido pela aluna Letícia Aparecida Nunes, do 6° Ano, do Colégio Estadual Carlos Ventura, após visita ao Parque Histórico de Carambeí, através do projeto “Vamos Ler”. A redação de Letícia foi veiculada no Almanaque Imigrantes n° 18.

Patrimônio Histórico de Carambeí: Parque Histórico

Aluna: Letícia Aparecida Nunes | 6º Ano – Turma E

Nós, alunos da 5ª Série E, do Colégio Estadual Carlos Ventura, fomos selecionados para participar do projeto Vamos Ler, do Jornal da Manhã, e na disciplina de História trabalhamos o conteúdo sobre os 100 anos da Imigração Holandesa e a preservação da história e cultura local através do Parque Histórico de Carambeí. No dia 27 de abril de 2011, fomos visitar o Parque, onde aprendemos e vimos muitas curiosidades que nesse pequeno trecho contarei.

No Parque Histórico tem a Ponte da Integração, que de um lado representa 2011 e do outro lado, já dentro do parque, é 1911. Lá, visitamos a coleção de Borboletas, de Adolpho Los, a Estação Ferroviária, o Moinho de Cereais e a Casa do Colono.

Visitamos também a primeira igreja de Carambeí e, ao lado dela, um cemitério com sete túmulos. Seis desses túmulos simbolizam as primeiras famílias holandesas, e o outro simboliza todas as outras famílias que depois chegaram e fizeram a história Holandesa em Carambeí.

Conhecemos também uma casa com painéis para ver todo o processo de produção do leite, desde a fazenda até o consumidor final. Mas o que me chamou a atenção foi a escola, com carteiras de madeira e pequenas lousas com as quais os alunos escreviam. Já sobre os banheiros, os imigrantes holandeses achavam muita falta de educação banheiros dentro de casa, e os construíam para fora. Fomos na Casa da Memória e vimos muitas outras coisas interessantes, como o Museu de Tratores.”

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt