Saúde emperra avanço dos Objetivos do Milênio no PR

 In Clipping

Reduzir as taxas de mortalidade infantil e materna, e deter os casos de aids. Esses são os principais obstáculos para que o Paraná atinja integralmente as metas propostas há 11 anos nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), acordo intermediado pela Organização das Nações Unidas (ONU) entre 191 países. Segundo levantamento recente divulgado pelo Observatório de Indicadores de Sustentabilidade (Orbis), 93 cidades não irão conseguir reverter até 2015 – ano limite para o cumprimento das metas – a propagação do vírus HIV no estado. Já outros 69 e 49 municípios dificilmente alcançarão os objetivos de reduzir em dois terços o índice de mortalidade materna e em três quartos o índice de mortalidade infantil, respectivamente.

Os objetivos do milênio contemplam metas em diferentes áreas, como redução da pobreza, universalização da educação, garantia da sustentabilidade ambiental e igualdade entre os gêneros. Apesar de, na média geral, o Paraná estar adiantado no cumprimento das metas, as melhorias previstas nas áreas da saúde não são compartilhadas por boa parte dos municípios. A dificuldade na redução do índice de mortalidade materna, inclusive, reflete um desafio nacional: o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) prevê que este é um dos objetivos com risco de não serem cumpridos no Brasil.

Leia na íntegra.

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt