Cooperativa reúne produtores em Dia do Cooperado

 em Cooperativismo, Noticias

A Batavo Cooperativa Agroindustrial reuniu cerca de 200 associados, no dia 4 de agosto, no Clube Social de Carambeí, para comemorar o Dia do Cooperado. O evento foi marcado por palestras e foi encerrado com um coquetel comemorativo preparado pela cooperativa.

Incentivar a gestão, debater certificação e apresentar as tendências do agronegócio foram os temas escolhidos pela Batavo. O evento tecnológico além de reunir os cooperados tem como objetivo comemorar a tão importante data.

Renato Greidanus, presidente da Batavo, Dr. Roberta Zuge e Marcos Fava Neves, professor da PUC e Markestrat

A primeira palestra foi ministrada pela coordenadora do Instituto Tecnológico do Paraná (Tecpar), pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) e médica veterinária, Roberta Züge, que mostrou trabalhos de avaliação de conformidades de produção em propriedades rurais, inseridos num programa coordenado por representantes das instituições ligadas ao setor produtivo e com recursos do CNPq, pelo qual faz parte.  De acordo com Roberta, este programa, implantado em propriedades pecuárias, tem por objetivo a garantia da qualidade do leite desde a propriedade até as gôndolas, oferecendo segurança ao consumidor. “Desta forma, assegura-se de que o produto atende a um sistema que garante proteção ao meio ambiente, a segurança do trabalhador, o bem estar do animal e a rastreabilidade”, explica a coordenadora do projeto.

O tema gestão da propriedade foi apresentado pelo coordenador de economia rural da Fudação ABC, Tobias Katsman, que discursou sobre a importância do controle diário dos custos e as oportunidades de crescimento e investimento, mostrando ferramentas de auxílio na maximização de resultados na gestão.

O último assunto apresentado aos participantes foi ‘Tendências Futuras do Agronegócio’ apresentado por Marcos Fava Neves, professor-doutor, que comparou o Brasil que anda com o que não que andar. Também questionou os gargalos nacionais em infra-estrutura que não estão atendendo o crescimento da produtividade no campo pela alta gestão e investimentos em tecnologia pelos produtores rurais. A falta de representatividade do setor foi outro destaque mencionado por Fava Neves, que acredita na força do dinamismo do agronegócio nacional, com seus potenciais e inúmeros desafios.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt