Países emergentes garantem bons resultados à holandesa DSM

 In Clipping

Impulsionada pelos resultados nos países emergente, a holandesa Royal DSM registrou lucro de líquido de 2,322 milhões de euros no terceiro trimestre, avanço de 14% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A companhia – que se define como empresa de ciências da vida e ciência dos materiais e detém a liderança mundial na fabricação de vitaminas – verificou crescimento de 40% nos resultados das economias emergentes. Somente a China apresentou alta anual de 52%.

“Estamos satisfeitos, porque apesar do impacto da queda das moedas suíça e americana nos negócios, conseguimos um crescimento rentável em relação ao ano passado em todos os segmentos”, afirmou em nota, o presidente global da DSM, Feike Sijbesma.

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt