Nova embalagem da Tetra Pak evita “efeito glub”

 In Clipping

Não é irritante aquela “espirrada” que o leite e o suco dão logo que se abre a caixa longa vida e é servida a primeira porção? Parece que uma pequena quantidade do líquido insiste em bater na borda da caixa e cair na mesa, na cadeira, no chão, menos no copo.

Os técnicos da indústria chamam de “efeito glub” esse primeiro jato que sai com mais força da caixa por causa da pressão do líquido.

E no final? As caixas com tampinha também teimam em reter lá dentro parte do líquido que não sai nem virando e chacoalhando ao mesmo tempo.

Paranoias de consumidor à parte, esse glub inicial e o líquido não consumido no finalzinho significam desperdício – de suco, de leite, de iogurte, do dinheiro do consumidor e também de todos os recursos naturais empregados na cadeia produtiva desses alimentos. Até o gás carbônico, que leva ao aquecimento global e é emitido pelos caminhões durante os transporte do produto, será totalmente em vão, já que aquela parcela da bebida restará perdida.

Para combater essa perda de produto – e de água, energia e recursos naturais desde o início da cadeia lá na agropecuária –, a multinacional Tetra Pak lançou uma nova embalagem com tampa de rosca com boca maior e a superfície superior inclinada. O novo design foi desenvolvido especificamente com o objetivo de evitar o desperdício no consumo em casa: a abertura da boca foi aumentada para reduzir a pressão do jato do líquido e evitar perdas na hora de servir – é o fim do efeito glub. E a inclinação permite o consumo até a última gota, já que libera o famoso “restinho”, muitas vezes difícil de tirar das embalagens tradicionais, em formato de paralelepípedo.

No Brasil, a Batavo – da Brasil Foods (BRF) – já faz uso da nova caixinha, com produtos já nos supermercados.

Tetra Pak e Brasil Foods não têm ainda um levantamento do desperdício evitado, mas a FAO (agência da ONU para alimentação e agricultura) divulgou neste ano pesquisa mundial que aponta que, em média, um terço da produção mundial de alimentos é desperdiçada.

 

 

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt