Cooperativas investirão R$ 640 milhões na produção de suínos

 em Clipping, Cooperativismo

Representantes das cooperativas agrícolas Castrolanda, Batavo e Capal apresentaram nesta terça-feira (20/03) ao governador Beto Richa um projeto de expansão da produção de suínos na região dos Campos Gerais. A previsão é de que sejam investidos até R$ 640 milhões, com geração de cerca de sete mil empregos diretos e indiretos.

O projeto prevê a construção de um frigorífico (no valor de R$ 180 milhões), 11 unidades de produção de leitões (R$ 250 milhões), 220 granjas de terminação de suínos (R$ 180 milhões) e a ampliação de uma fábrica de rações (R$ 30 milhões). A intenção é que as obras comecem no final de ano, com conclusão em um ano e meio.

O diretor-presidente da cooperativa Castrolanda, Frans Borg, disse que o grupo pretende estabelecer uma parceria com o Governo do Estado nas áreas fiscal e de infraestrutura. “Temos uma agenda de investimentos e queremos contar com o apoio do governo, principalmente na infraestrutura do local que receberá o frigorífico”.

O governador Beto Richa destacou a força do cooperativismo paranaense e afirmou que o projeto vai fomentar a produção da suinocultura na região, gerando renda, empregos e riquezas para o Estado. “O governo estadual vai dar apoio para que as unidades sejam construídas. O Paraná vive um novo momento de crescimento e desenvolvimento social e econômico”.

O Governo do Estado e as cooperativas estudam enquadrar o investimento no Paraná Competitivo, programa que concede incentivos para a atração de indústrias para o Estado. “Trata-se de um programa excelente, que tem atraído grandes negócios. Temos confirmados investimentos de R$ 9 bilhões e há mais R$ 15 bilhões em negociação”, afirmou o governador. A previsão é de que o novo empreendimento gere R$ 60 milhões em Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação De Serviços (ICMS).

O investimento será financiado pelas três cooperativas e terá o objetivo de agregar valor na cadeia produtiva do agronegócio do Paraná, evitando que os suínos sejam vendidos vivos e processados em outros estados.

A nova planta proposta será a segunda maior do Brasil na atividade, com capacidade para abater 9,2 mil suínos por dia. As cooperativas Castrolanda, Batavo e Capal têm faturamento anual superior a R$ 2,6 bilhões e cerca de 2.280 associados.

 

Fonte:

Agência de Notícias do Estado

 

Leia também em:

Globo Rural

 

Leia também em:

Easycoop

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt