Atores recriam cotidiano de Carambeí

 In Destaque, Noticias

Os ofícios do ferreiro, a sala de aula e outros cenários da vida no início da colonização em Carambeí foram encenados por um grupo de aproximadamente cem pessoas caracterizados com roupas de época na Vila Histórica, do Parque Histórico de Carambeí, durante a 5ª Festa dos Imigrantes.

Segundo o presidente da Associação do Parque Histórico de Carambeí, Dick Carlos de Geus, a ideia é de que sejam realizadas várias encenações como essa durante o ano, por ter o poder de transportar o visitante ao início do século passado.

Varias etnias que tem seu passado em Carambeí foram representadas na encenação, desde os tupis-guaranis (dos quais se originou o nome da cidade Carambeí = Rio das Tartarugas), alemães, poloneses, portugueses, italianos, indonésios e holandeses.

“Uma coisa é olhar por fotos e escutar os relatos, mas visualizar as cenas é muito mais interessante”, explicou Gerdiena Dykstra, uma das coordenadoras da encenação.

Gaspar João de Geus, diretor da Associação do Parque Histórico de Carambeí e vice-presidente da Cooperativa Agroindustrial Batavo, que participou da encenação como ferreiro, disse que a montagem torna a Vila histórica mais dinâmica aos turistas.

Visitantes – Elisangela Pedroso, pedagoga, que acompanhou a visita do grupo de estudantes da Escola Elo Sagrado, disse que gostou muito da encenação do cotidiano que presenciou na Vila Histórica. “Ensinamos as crianças na teoria, mas aqui foi como uma aula prática”, ressaltou.

“A visita nos remete ao passado e, assim, podemos fazer um comparativo da mudança que tivemos nesse tempo”, disse a diretora da Escola, Jane Mara Pires. “Gostei muito da riqueza de detalhes”, frisou.

 

Veja as fotos!

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt