Comercialização de máquinas agrícolas cresce

 In Clipping

Ao contrário de muitos setores da economia brasileira, principalmente o mercado de veículos, a comercialização de máquinas agrícolas tem se destacado entre àqueles ligados a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O crescimento foi de 5% em abril em relação a março, com o número total chegando a 4.981 unidades. Sendo que na comparação com o mesmo mês de 2011 houve um avanço de 4,84%, isso porque no acumulado de 2012 as vendas de máquinas agrícolas apresentaram expansão de 7,36% ante o mesmo período de 2011, para 18.061 unidades.

Na avaliação dos representantes do setor, quando se considera o desempenho de todos os segmentos analisados, como por exemplo o dos automóveis, caminhões, motos, ônibus, comerciais leves, implementos rodoviários, entre outros, o automotivo vendeu 406.496 unidades em abril. O que representa um decréscimo de 15,96%, se comparado a março deste ano e uma baixa de 9,95% ante abril de 2011. Já entre janeiro e abril de 2012 as vendas totais somaram 1.714.720 unidades, representando um recuo de 2,52% ante os primeiros quatro meses do ano passado.

Por outro lado o montante revela o crescimento da economia do país e dos bons índices de colheita previstos para este ano. O que, de acordo com empresários, diretores e gerentes de vendas do setor em Mato Grosso é um dos fatores que levaram o Estado ter um aumento nas vendas ainda maior que os demais estados com vocação agropecuária. Segundo o diretor da Vegrande Máquinas Agrícolas, Walter Zacarkim, que revende máquinas da New Holland em Várzea Grande, diferente das demais regiões do país ele acredita que as vendas de máquinas no Estado foram cerca de 20% a maiores que no mesmo período do ano passado.

O diretor acredita que o bom momento, tanto na produção de soja como de milho, está levando os produtores rurais do Estado a investirem na renovação na sua frota de máquinas. Outro importante fator foi a significativa redução de juros por parte do governo federal, por meio do qual os produtores estão podendo financiar tratores e implementos para pagar em 6 anos e colheitadeiras em 8 anos. “Não poderíamos deixar de estar otimistas, com um cenário deste temos a certeza que o resultado no final de 2012 será melhor ainda. Isso porque além a agricultura a pecuária mato-grossense também mostra uma recuperação incrível.

Na avaliação de Eduardo Levi Guimarães, gerente de vendas da Rondomaq, revendedor de máquinas da Massey Ferguson. O momento também é positivo, segundo ele, se comparado com o ano passado as vendas aumentaram cerca de 15%. “Não podemos reclamar, enquanto outros estados estão comemorando cerca de 5% de aumento nas vendas nós, aqui em Mato Grosso, estamos com a comercialização até três vezes mais que a média nacional. O gerente diz ainda que as expectativas para o segundo semestre são as melhores possíveis, isso porque as notícias em relação a produção agrícola em Mato Grosso são as melhores possíveis, com o setor da pecuária em franca recuperação e o da soja e milho com vendas antecipadas no mercado futuro.

 

Fonte:

Agro Notícias

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt