Tecnologia poderá ser usada na cultura do algodão

 In Clipping

A Bayer CropScience recebeu no dia 17 de maio, a aprovação técnica de sua tecnologia GlyTol® x TwinLink® para o algodão, concedida pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio. A tecnologia viabilizará o manejo conjunto de pragas e plantas daninhas com produtos de modos de ação diferentes.

A tecnologia GlyTol® x TwinLink® agrega à semente de algodão dois importantes eventos para a defesa contra lepidópteras (lagartas) gerando plantas de algodão imunes às principais pragas tais como curuquerê, lagarta-da-maçã, lagarta militar, lagarta-rosada e falsa medideira. Além disso, a tecnologia também permitirá o controle de plantas daninhas em pós-emergência por meio do uso seletivo de herbicidas à base de glufosinato de amônio e de glifosato.

A combinação GlyTol® x TwinLink® – permitirá ao cotonicultor manejar de forma conjunta pragas e plantas daninhas, que podem comprometer a produtividade das lavouras de algodão e a qualidade da fibra produzida. Esta nova tecnologia vai ampliar e flexibilizar ainda mais as opções de manejo de plantas invasoras e lagartas, proporcionando melhor desenvolvimento das plantas de algodão, maior qualidade de fibra e melhor rendimento na operação da colheita. A tecnologia GlyTol® x TwinLink® integrará a linha de produtos inovadores da Bayer CropScience para a cultura do algodão e o produto vem para reforçar ainda mais o trabalho da empresa no Brasil, com as sementes de algodão FiberMax®, segmento que a Bayer CropScience é líder há alguns anos.

Com a aprovação, a empresa iniciará seus planos de negócios para disponibilizar a tecnologia aos produtores brasileiros brevemente.

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt