Tetra Pak reforça metas ambientais e lança Relatório de Sustentabilidade

 em Clipping

Comprometida com a responsabilidade socioambiental, a Tetra Pak lança a edição 2010/2011 de seu Relatório de Sustentabilidade e reforça as metas ambientais para os próximos anos. Seguindo a premissa global do crescimento sustentável, a empresa investirá para reduzir 40% das emissões de CO2 até 2020, mesmo com a estimativa de crescimento médio dos negócios de 5% ao ano. Além disso, a taxa de reciclagem que já atinge a marca de 27% do total consumido deve aumentar para 40% até 2014.

Durante o evento de lançamento do Relatório, que será realizado amanhã, dia 24 de maio, no Centro de Triagem Butantã, em São Paulo, a empresa ainda promoverá uma mesa redonda entre o jornalista Ricardo Voltolini e o ex-deputado federal, ambientalista e consultor Fabio Feldmann, discutindo sobre a situação dos resíduos sólidos no Brasil

Segundo os dados que serão divulgados no Relatório de Sustentabilidade, a empresa investiu entre 2010 e 2011 mais de R$ 20 milhões em ações para fomento das iniciativas de coleta seletiva, desenvolvimento de tecnologias de reciclagem e na transferência para empresas recicladoras, além de educação ambiental.

De acordo com Fernando Von Zuben, Diretor de Meio Ambiente da Tetra Pak, para continuar a crescer de forma sustentável não basta reestruturar e modificar apenas ações e operações da Tetra Pak; é necessário envolver toda a cadeia de valor, fornecedores, indústria de alimentos e, principalmente, os consumidores. “Além de dar continuidade aos programas de educação ambiental e de preservação da biodiversidade, investiremos na instalação de novos pontos de entrega voluntárias, no desenvolvimento da indústria recicladora e apoiaremos a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos”, afirma Fernando.

Com a eficiência ambiental no cerne da estratégia dos negócios, a Tetra Pak também aspira o desenvolvimento de embalagens produzidas com matérias-primas 100% renováveis. Atualmente, as embalagens são compostas por 5% de alumínio, 20% de plástico e 75% de papel, uma fonte renovável proveniente de florestas certificadas.

Para aumentar este percentual, a Tetra Pak lançou em 2011 as tampas de polietileno verde de alta densidade, fabricado a partir do etanol de cana-de-açúcar. No início de 2012 a empresa anunciou a ampliação do fornecimento para todas as embalagens com tampas produzidas no país.

 

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt