Bayer obtém aprovação de tecnologia com combinação para algodão

 em Clipping

A Bayer CropScience recebeu a aprovação técnica de sua tecnologia GlyTol® x LibertyLink® para a cultura do algodão, emitida pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio. Esta é a primeira tecnologia aprovada no Brasil para esta cultura com dois diferentes eventos integrados às sementes, que viabilizam o controle de plantas daninhas por herbicidas com modos de ação diferentes.

A tecnologia GlyTol®, que possibilita o uso seletivo do herbicida glifosato, vem se juntar à tecnologia LibertyLink®, que já é conhecida pelos cotonicultores como importante ferramenta para o manejo de plantas daninhas. As duas tecnologias combinadas permitirão, portanto, o uso seletivo dos herbicidas glifosato e glufosinato de amônia (Liberty®) nas lavouras de algodão, para o controle de plantas invasoras que competem diretamente com a cultura e comprometem a qualidade de pluma e produtividade dos algodoeiros.

O algodão GlyTol® x LibertyLink® vai ampliar ainda mais as opções do cotonicultor brasileiro para o manejo das plantas daninhas. Além disso, a nova tecnologia integrará a linha de produtos inovadores da Bayer CropScience para a cultura e vem para reforçar ainda mais o trabalho da empresa no Brasil, com as sementes de algodão FiberMax®, segmento que a Bayer CropScience é líder há alguns anos.

Com a aprovação, a empresa iniciará seus planos de negócios para disponibilizar a tecnologia GlyTol® x LibertyLink® aos cotonicultores brasileiros o mais breve possível.

 

Para ler na íntegra, clique aqui.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt