Cooperativismo com parceria e sem paternalismo

 In Clipping, Cooperativismo

O presidente do Sistema OCB/Sescoop-PA, Ernandes Rayol da Silva, abriu mão do ramo empresarial para se dedicar ao cooperativismo, sua paixão e aonde ele diz ter feito grandes amigos. “Descobri minha vocação no cooperativismo, pois creio que não existe melhor forma de produzir que não seja nesse segmento”, defende Rayol, com muita convicção. Formado em administração de empresas e em ciências contábeis, o presidente do Sistema OCB/Sescoop-PA também é estudante do curso de direito. Em Manaus, onde veio discutir novos rumos para o cooperativismo na região Norte, juntamente com o presidente do Sistema OCB/Sescoop-AM,  Petrucio Magalhães Júnior, participou da homenagem comemorativa ao dia do Administrador, realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM). Ernandes Rayol concedeu a seguinte entrevista exclusiva.

Amazonas Cooperativo – Hoje, o que representa o cooperativismo na economia do Pará?

Ernandes Rayol da Silva – O cooperativismo no Pará tomou novo rumo a partir de 2010, quando iniciamos um trabalho meticuloso, não apenas na grande Belém, mas com todas as cooperativas do Estado, por entendermos a grandiosidade do sistema. Na época, muitas cooperativas não estavam filiadas à OCB/PA, mas hoje o quadro mudou. Para se ter uma ideia da importância das cooperativas para a economia do Pará, basta lembrar que cerca de dez cooperativas no Estado empregam aproximadamente três a quatro mil pessoas. Antes se tinha a ideia de que a cooperativa que mais empregava era a Unimed. Em 2010, fizemos uma parceria com o governo do Estado, que só foi possível porque montamos a nossa Frencoop-PA (Frente Parlamentar Cooperativista do Pará), e isto nos permitiu trabalhar com algumas secretarias de estado e elaborarmos um Projeto de Lei voltado exclusivamente para o cooperativismo. Esse projeto foi construído pelas cooperativas. Com isso, podemos avançar mais, tanto que hoje temos atuado diretamente com o apoio de quatro secretarias de Estado.

 

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt