APHC agradece a todas as mulheres de sua equipe

 In Noticias

Hoje, dia 08 de março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Oficialmente o ano de 1975, foi designado pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres.

A ideia da existência de um dia internacional da mulher surge na virada do século XX, no contexto da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial,  quando ocorre a incorporação da mão-de-obra feminina, em massa, na indústria. As condições de trabalho, frequentemente insalubres e perigosas, eram motivo de frequentes protestos por parte dos trabalhadores. Muitas manifestações ocorreram nos anos seguintes, em várias partes do mundo, destacando-se Nova Iorque, Berlim, Viena (1911) e São Petersburgo (1913).

O primeiro Dia Internacional da Mulher foi celebrado em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos, por iniciativa do Partido Socialista da América, em memória do protesto contra as más condições de trabalho das operárias da indústria do vestuário de Nova York[carece de fontes.

Em 1910, ocorreu a primeira conferência internacional de mulheres, em Dinamarca, dirigida pela Internacional Socialista, quando foi aprovada proposta da socialista alemã Clara Zetkin, de instituição de um Dia Internacional da Mulher, embora nenhuma data tivesse sido especificada.

No ano seguinte, o Dia Internacional da Mulher foi celebrado a 19 de março, por mais de um milhão de pessoas, na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça. Poucos dias depois, a 25 de março de 1911, um incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist mataria 146 trabalhadores – a maioria costureiras.  O número elevado de mortes foi atribuído às más condições de segurança do edifício. Este foi considerado como o pior incêndio da história de Nova Iorque,  até 11 de setembro de 2001. Para Eva Blay, é provável que a morte das trabalhadoras da Triangle se tenha incorporado ao imaginário coletivo,  de modo que esse episódio é, com frequência, erroneamente considerado como a origem do Dia Internacional da Mulher.

Para a Associação do Parque Histórico de Carambeí nossa singela homenagem destina-se àquelas mulheres que estão no dia-a-dia trabalhando no Parque,  e que com seu esforço diário fazem desse lugar uma referência em turismo e cultura nos Campos Gerais.

Parabéns a todas as mulheres nesse dia, e em especial para nossas colaboradoras que dedicam-se diariamente ao funcionamento do Parque Histórico de Carambeí.

Annie Bosch

Hilly Greidanus

Gerdiena Dykstra

Berenice Los

Rosana Harms

Froukje de Jong Bueno

Pâmela S. Ribas

Ana Paula Bomfim Martins

Bianca V. de Lima Barão

Francielle Costa

Dosângela Aparecida Ferreira

Eliângela Pedroso de Ávila

Dorothy Verschoor

Rose Elena Bueno

Ângela Moers

Além de Debora Rickli e Sandra Monique van Dongen da Cooptur – Cooperativa Paranaense de Turismo

 

DSCN5871 DSCN5874 DSCN5879 DSCN5893

 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt