A vida dos que ficaram – As transformações sociais da Holanda no entre-guerras

 In Destaque, Noticias

vida3

Foto: Acervo APHC

Parque Histórico de Carambeí faz exposição com intuito de relembrar os holandeses que permaneceram na Holanda.

A vida dos que ficaram – as transformações sociais na Holanda do entre guerra é o tema da mostra fotográfica que está em exposição na Casa da Memória do Parque Histórico de Carambeí. A exposição de fotos abre para visitação do público no dia 6 de maio e segue em cartaz até o dia 3 de julho, de terça a domingo, das 11h às 18h com entrada franca. A mostra integra a programação especial que a instituição preparou para a 14ª Semana Nacional de Museus que acontece de 17 a 22 de maio.

Com a mostra fotográfica o historiador, coordenador cultural do Parque e curador da exposição, Felipe Pedroso, faz menção as pessoas escolheram permanecer na Holanda. “A vida dos que ficaram retrata os holandeses que escolheram continuar do outro lado do oceano. Os que ficaram viviam suas vidas num cenário de mudanças drásticas, causados pela tensão bélica e por um continente em ebulição”.

vida1

Foto: Acervo APHC

Neste período, o governo brasileiro aproveitou a crise pela qual a Europa passava, investiu em publicidade com o intuito de atrair estrangeiros para mão de obra e povoamento de algumas de suas regiões, como o Sul do país. No entanto, mudar para um novo país era um ato de coragem. “Dos muitos que vieram, trouxeram consigo na bagagem, as memórias, lembranças e o estilo de vida de seu povo. Agrupando-se a princípio em colônias étnicas, os imigrantes mantinham as tradições vivas e muitas das vezes, a mentalidade paralisada num tempo que ficara para trás”, explica o historiador.

Mais informações e agendamentos de grupos pelo e-mail agendamento@aphc.com.br.

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text.