Parque Histórico consolida a Turma do Parque como ação educativa

 In Destaque, Noticias

IMG_9163

Público infantil aprenderá a história da imigração em Carambeí por meio de atividade lúdica

Preocupada em atender ao público entre 3 e 9 anos a Associação Parque Histórico de Carambeí (APHC) lançou o projeto teatro de fantoches a Turma do Parque. A atividade lúdica tem por finalidade contar a história da imigração holandesa no munícipio com uma linguagem adequada a idade destes visitantes. O teatro é apresentado aos grupos escolares agendados com antecedência pelo e-mail agendamento@aphc.com.br.

O corpo técnico da instituição museal estudou, pesquisou e percebeu que a utilização de recursos lúdicos seria a forma ideal para prender a atenção e ensinar os alunos da educação infantil e das séries iniciais do fundamental I. A Turma do Parque é uma das primeiras ações educativas desenvolvida e implantada pela associação.

É comprovado por estudos que as atividades lúdicas complementam na educação, pois durante estas ações é proporcionado aos pequenos vivenciar a história e assim assimilar o conhecimento que posteriormente será aplicado em suas vidas explica Gabriela Freytag, professora do Centro Municipal de Educação Infantil Betânia. “Despertar o interesse do aluno para a aprendizagem, exige de nós educadores, uma transmissão de conhecimento lúdica. Por exemplo, uma história pode ser contada de inúmeras formas, porém a criança precisa sentir o prazer no ato de ver e ouvir, e por consequência aprender. Os meios que utilizamos para a transmissão do conhecimento são essenciais para a aprendizagem de sucesso.”

Para iniciar a atividade com a Turma do Parque a instituição contratou Graci Barros, bacharel em História pela UEPG e mestre em Artes Cênicas pela UNL – Portugal, para desenvolver o projeto idealizado pela equipe APHC. Graci conta que viu no teatro de fantoches um diferencial para o museu trabalhar com o público infantil.  “O teatro de fantoches tem sido muito utilizado nos dias de hoje nas escolas para ensinar, passar mensagens às crianças e aos demais tipos de público. E foi pensando na maneira como o teatro de fantoches vem sendo trabalhado, que escrevi o Projeto Teatral de Fantoches para APHC, onde o público, principalmente infantil, poderia compreender um pouco da história da colonização holandesa em Carambeí, aprendendo de forma lúdica, onde cores, movimentos e sons prendem a atenção do público”.

Graci acrescenta que é indispensável as instituições culturais se adequarem para atender públicos de diferentes faixas etária. “Saindo um pouco da forma tradicional que os museus contam a história, mesmo porque temos que estar atentos às necessidades e a atualizações que ocorrem no mundo”.

O teatro de fantoches tem conquistado até mesmo os adultos. Albert Fokkens, descente de holandês e morador de Carambeí, assistiu a Turma do Parque acompanhado de seu neto e contou que ficou emocionado com a história que relata a chegada de seus antepassados ao município.

 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text.