Parque Histórico difunde o multiculturalismo durante a Páscoa

 em Destaque, Noticias

O museu mais uma vez investe na tradição multiétnica da região para mostrar aos visitantes a herança cultural dos imigrantes.

A Páscoa no Parque é recheada de tradição. O multiculturalismo regional que se faz presente nos eventos e atividades realizadas pelo Parque Histórico de Carambeí, maior museu histórico a céu aberto do Brasil, marcam presença na celebração da Páscoa.

O Parque Histórico mais uma vez investe nas tradições pascais multiétnicas e resgata práticas alemãs, holandesas e ucranianas para a Páscoa no Parque, explica Felipe Pedroso historiador e coordenador cultural da instituição. “As tradições pascais são importantes manifestações culturais étnicas, com elas podemos compreender sobre determinada cultura e as suas relações com as práticas religiosas. Trazendo essas atividades para o museu, a instituição está evidenciando seu espaço plural”

Osterbaum tradicional árvore de Páscoa da cultura germânica.

Na ornamentação do Parque será possível observar traços germânicos, que poderão ser apreciados pelos visitantes 10 dias antes da data festiva. O osterbaum é uma tradicional árvore de Páscoa alemã, decorada com ovos coloridos é um ícone cristão. Para a decoração são escolhidas árvores com galhos secos que representam a morte de Jesus na cruz, estas são ornamentadas com ovos coloridos que simbolizam a vida nova de Cristo e cada cor dos enfeites tem um significado diferente, sendo: vermelho o sangue de Jesus, o verde a esperança, o amarelo a luz e o branco a paz.

Zoek de eieren (caça aos ovos) pelos jardins do museu

A cultura holandesa se fará presente no evento por meio do zoek de eieren (caça aos ovos), brincadeira comum na Colônia Carambehy entre os imigrantes e descendentes. No domingo de Páscoa os mediadores do Parque estarão preparados para receber crianças até 10 anos para mais uma vez replicar a animada caça aos ovos pelos jardins do museu, e difundir a herança cultural neerlandesa.

Oficina de Pêssankas

O legado ucraniano será passado de modo lúdico as crianças que visitarem o museu, na Páscoa. Durante a Oficina de Pêssankas, que é tradicional pintura em ovos, a garotada irá conhecer os costumes desta respectiva etnia.

Serviço:

No domingo de Páscoa, dia 1º de abril, o Parque Histórico abrirá ao público das 11h às 18h. O ingresso para visitar o museu é R$16. Estudantes, professores e doares de sangue regulares mediante apresentação de documento comprobatório pagarão R$8. Crianças até 10 anos, pessoas acima de 60 anos e moradores de Carambeí cadastrados serão isentos da taxa.

Postagens Recomendadas
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt