Área para piquenique é nova atração do Parque Histórico

 em Destaque, Noticias

O espaço de lazer também será utilizado em ações educativas e foi idealizado pela equipe de mediação

O cuidado com o bem estar dos visitantes do Parque Histórico de Carambeí, maior museu histórico a céu aberto do Brasil, é prioridade da equipe. O estagiário de turismo Douglas Alvarenga e o geógrafo Clayton Denck, que integram o Núcleo de Mediação da instituição, são os idealizadores do ambiente para receber os grupos que visitam o Parque e desejam fazer piquenique ao final do passeio.

Construído em uma área de 100 mil metros quadrados o Parque Histórico possui uma extensa área de jardins que liga as reproduções museais. Aproveitando o ambiente favorável, que encanta os visitantes, a equipe de mediação usufruiu de uma das áreas verdes que fica em meio as árvores para criar um espaço especial para os grupos que optarem em fazer piquenique.

“Visto a necessidade, analisando que um grande percentual dos grupos trazem lanche para depois do passeio. Porém, não havia local ideal para recebe-los, os grupos de crianças muitas vezes acomodávamos na grama e até mesmo em outro local improvisado. Conhecendo o Parque sabemos que algumas áreas não são utilizadas, mas que podem ser aproveitadas sem danificar o meio ambiente e interferir na estrutura museal. Assim surgiu a ideia de construir uma espaço para piquenique em meio as árvores”, relata Douglas.

A proposta dos mediadores foi aproveitar a exuberante natureza local para proporcionar aos visitantes um contato direto com a fauna e flora, explica Clayton. “Criamos uma área de lazer para os grupos fazerem piquenique no Parque. Neste ambiente os visitantes conhecerão diferentes espécies de plantas que estão em processo de identificação por um estagiário de biologia, ainda poderão observar pássaros, borboletas, até mesmo lagartos e tatus. Nosso objetivo é possibilitar que os visitantes tenham um contato direto com a natureza”.

Os mediadores se preocuparam em escolher um local em meio a natureza para receber os grupos e se propuseram a organizar o ambiente de modo sustentável e a custo zero. “Como o Parque tem uma preocupação com o meio ambiente, trabalhamos a sustentabilidade reutilizando materiais que foram utilizados em eventos ou até mesmo em outros espaço. Fizemos mesas e bancos com madeiras que tinham sido utilizadas em placas de sinalização e na ornamentação do Parque para o Natal, aproveitamos estruturas de material reciclado que já foram utilizadas como piso em uma das construções do Parque das Águas. Tudo foi reaproveitado e ganhou uma nova utilidade”, conta o geógrafo.

Na organização do local toda a equipe participou. “Assim que fomos autorizados a preparar o espaço os mediadores se motivaram, todos colaboraram: limpando o ambiente, plantando flores e realocando plantas, construindo bancos e mesas”, afirma Alvarenga.

O espaço comporta grupos de até 50 pessoas, é acessível para cadeirantes e também será utilizado em ações educativas. Só será permitido fazer piquenique grupos agendados com antecedência, pois o ambiente foi criado com intuito de atender a demanda que o museu possui. Mais informações e reservas pelo e-mail [email protected], ou pelos telefones 42 3231-5063 e 98433-4639.

Postagens Recomendadas
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt