Parque Histórico desenvolve cartilha para unificar o discurso dos mediadores

 em Destaque, Noticias

O material criado norteará a equipe e também mostrar novas possibilidades de abordagem do público na hora da visitação.

Equipe de mediação da Associação Parque Histórico de Carambeí recebeu treinamento com o intuito de unificar o discurso relatado no museu sobre a história da imigração no município. Na oportunidade, foi repassada ao grupo uma cartilha com os principais pontos que o grupo deve abordar durante a visitação de turistas ao museu.

O material foi preparado por Fernanda Hrycyna, integrante do Núcleo Educativo do Parque, relata sua experiência na mediação com atendimento ao público e explica o trabalho realizado pelo mediador. “A cartilha busca por meio da visão de um mediador revelar sua experiência na instituição, expõe os inúmeros temas possíveis de abordagem para que púbico visite o museu e conheça da história de Carambeí”, explica Felipe Pedroso historiador e coordenador cultural do Parque.

O geógrafo Clayton Denck, do Núcleo de Mediação do museu, afirma que o livreto será essencial para nortear a equipe na hora de contar a história narrada no Parque. “A cartilha dará suporte para o mediador novato iniciar o trabalho, conduzir grupos surpresas e atender o público espontâneo, pois no Parque temos uma equipe de diferentes áreas para recepcionar os visitantes. A equipe não deve ficar presa só a esse material, pois ele sana apenas as dúvidas iniciais e é necessário buscar conhecimento em outros livros como a Fernanda fez na hora de montar a cartilha”, comenta Denck.

Hrycyna explica que reunir o grupo para apresentar o material foi um momento ímpar, pois a equipe pode estreitar laços, houve troca de experiências entre os funcionários mais antigos e estagiários.  “Esse encontro foi muito importante para que a equipe tomassem conhecimento da responsabilidade de ser um mediador, do compromisso com a veracidade dos fatos narrados, da postura profissional e para esclarecer conceitos de extrema relevância do trabalho em museu”, finaliza Fernanda.

Postagens Recomendadas
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt