Estrela holandesa do saxofone brilha no céu do jazz

 em Clipping

Quando escrevi, em 1989, o livrinho Elas também tocam jazz (Jorge Zahar Ed.), foi impossível destacar — numa série de 24 pequenos retratos de mulheres instrumentistas — uma saxofonista de relevo além de Jane Ira Bloom, então com 34 anos, e já classificada na eleição anual dos críticos promovida pela Donwbeat entre os melhores especialistas do sax soprano, logo atrás de Wayne Shorter e Steve Lacy.

 

Leia na íntegra. 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt