Drogas: Tema é discutido nas aulas de Ciências

 In Clipping

Os exemplares do Jornal da Manhã entregues todas as sextas-feiras no Colégio Estadual Eurico B. Rosas, em Carambeí, durante o segundo semestre deste ano, contribuíram para as aulas de Ciências da professora Reni Ribas. Junto com a pedagoga, Gerdiena Dykstra, ela organizou um trabalho de conscientização sobre as drogas e suas conseqüências, durante as aulas com as turmas do 8º ano.

Nas edições do JM, os alunos fizeram um levantamento de notícias que traziam fatos relacionados às drogas, como apreensão, tráfico, roubos para sustentar o vício, acidentes por embriaguez, entre outros. E com o auxílio das educadoras, os jovens traçaram um perfil dos usuários, localizando em reportagens relatos que confirmassem o que haviam aprendido nos livros de Ciências.

“Este é um assunto que desperta bastante a curiosidade dos alunos. Percebemos que muitos já vivenciaram situações que envolviam drogas em seu bairro, ou na família, e reconheceram que os jovens que partiram para o mundo das drogas hoje estão presos, cumprindo medidas sócio-educativas, ou até mesmo internados em clínicas de reabilitação”, conta a pedagoga. As matérias publicadas no JM revelaram que as drogas estão presentes na sociedade e que é preciso uma ação dos governantes a fim de combatê-la.

“O curioso foi que antes de abordarmos o tema eles não consideravam o álcool e o cigarro como drogas, e depois da discussão entenderam que muitas vezes são esses dois que servem de porta de entrada para muitas outras drogas”, destaca a professora Reni.

O trabalho teve como objetivo conscientizar os estudantes sobre os efeitos nocivos que as drogas causam no organismo e na vida familiar, despertando o senso crítico desses estudantes. Esta também foi uma forma encontrada pela professora Reni em trabalhar os conteúdos curriculares fazendo uma ponte com o mundo real, além dos livros.

 

O Risco das Drogas

As drogas agem no sistema nervoso modificando a maneira de pensar, sentir e agir. No mundo, existem drogas permitidas por lei, para maiores de 18 anos, mas só porque são legais não quer dizer que não façam mal.

As drogas causam distúrbios físicos e psíquicos. Exemplos de drogas ilegais são: maconha, crack, cocaína, elas prejudicam a saúde.

As drogas, em geral, fazem mal, mas isso varia de acordo com a quantidade que a pessoa ingere, podendo chegar ao vício. Nos filmes que assistimos e no Jornal da Manhã, várias vezes encontramos acontecimentos dramáticos, pessoas que roubam, estupram, sequestram, tudo para conseguir dinheiro para comprar as drogas mais conhecidas, como o crack e a maconha.

Hoje em dia crianças de 10 anos começam a largar os estudos para entrar no mundo das drogas e acabam sendo presas sem nenhum futuro pela frente. É muito triste que desperdiçam suas vidas com isso.

Vandelina Quadros | 8º ano

 

As Drogas

As drogas são substâncias que fazem mal à saúde. Além de afetar órgãos como pulmões, coração e fígado, podem afetar a maneira das pessoas agirem.

A droga não é um problema apenas para o usuário, mas para todas as pessoas à sua volta. Há vários tipos de drogas, por exemplo, o crack e a maconha, que são ilegais, ou seja, não permitidos por lei, mas há também o cigarro e as bebidas alcoólicas que, apesar de fazerem mal para a saúde, são permitidas pela lei.

Os efeitos da droga para a saúde acontecem de acordo com a quantidade e o tipo de droga que a pessoa usa. Algumas fazem com que o cérebro funcione mais rápido, dão sensação de prazer, relaxam , dão mais energia, outras provocam alucinações. Os efeitos desagradáveis aparecem pouco tempo depois: medo, depressão, cansaço. Algumas drogas levam à dependência depois de um tempo de consumo, e o efeito fica cada vez mais horrível. As pessoas não conseguem deixar de usar a droga, começam a sentir as coisas más da droga, podendo levar até a morte. Nas diversas matérias do Jornal da Manhã vimos maconha sendo traficada até no ônibus e, neste caso, foi sorte que a polícia pegou os traficantes. Se todo mundo se conscientizar e parar de usar drogas, já pensou como o mundo seria melhor? Digo aos jovens: fiquem longe de qualquer tipo de droga.

Jaqueline Machado | 8º ano

 

 

Fonte:

JM News

 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt