Rabobank: mercado global de oleginosas continuará apertado em 12/13

 em Clipping

Kuala Lumpur, 29 – A demanda cada vez maior por óleos vegetais da China e da Índia diante de um aumento mais fraco que o esperado da produção de óleos de palma, soja e canola esgotará os estoques globais de oleaginosas na temporada 2012/13, afirmou nesta quarta-feira, 29, Puwan Kumar, analista de grãos e óleos comestíveis do Rabobank, em Cingapura. A relação mundial de estoque/uso das oleaginosas, importante indicador do aperto do mercado, pode cair para perto de 15%, pouco acima da mínima recorde de 14,6% registrada em 2008/09, disse ele. Ainda assim, o dado é levemente melhor que os 14,5% previstos em novembro pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). “Ao entrarmos no próximo ano comercial, a situação de oferta e demanda dos óleos vegetais ficará mais apertada. Não podemos permitir qualquer choque na produção de oleaginosas”, disse o analista antes de uma conferência sobre o óleo de palma na próxima semana. “O incremento da oferta mundial de óleo de palma será reduzido de 4,5 milhões para apenas 2 milhões a 2,1 milhões de toneladas”, acrescentou ele. O volume fica muito abaixo do crescimento anual médio de 2,3 milhões a 2,4 milhões de toneladas. As importações de óleo de palma da China em 2012 podem subir 7% na comparação anual, para 6,1 milhões de toneladas, impulsionadas por uma forte demanda dos setores industrial e alimentício, de acordo com Kumar. “Ao entrarmos em março, veremos a demanda por óleo de palma da Índia aumentar, uma vez que a safra doméstica de canola deve ser menor” por causa dos danos em várias áreas produtoras de Gujarat e Rajasthan, explicou o analista. A Associação de Extração de Solventes da Índia informou em um relatório no dia 288 de fevereiro que a produção de canola pode somar 6,3 milhões de toneladas no ano-safra 2011/12, ante 6,8 milhões de toneladas em 2010/11. Já a de óleo de palma na Indonésia, maior produtor mundial, provavelmente crescerá 7% em 2012, para cerca de 24,1 milhões de toneladas. Na Malásia, o aumento deve ser de apenas 1,5%, para 19,1 milhões de toneladas, segundo Kumar. As informações são da Dow Jones.

 

Fonte:

Faesp Senar

 

Leia também em:

Integrada

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt