Cartografia de holandeses no Ceará é apresentada em livro

 em Brasil Holanda, Clipping

Quem já ouviu falar em “Tapuets pintuba”, “Brasiliansche meruapunga” ou “Kaburou Apunga”? Essas expressões são topônimos ou pseudo-topônimos mencionados no mapa do Ceará, feito por holandeses na década de 1640, época em que povoaram a costa brasileira.

O mapa, denominado 4.VEL Y 58v-59r, faz parte do manuscrito neerlandês intitulado “Beschrijving van de kusten van Brazilie, Chili en Angola, en omliggende vaarwaters” (Curta descrição da costa do Brasil, Chile, Angola e caminhos marítimos circundantes), que reúne vários outros documentos e está guardado no Arquivo Nacional dos Países Baixos, em Haia.

Tal peça desse conjunto documental era, até recentemente, pouco conhecido pelos cearenses e foi apresentada ao público em matéria do Diário do Nordeste, na edição do dia 5 de setembro de 2010.

Na época, o professor e pesquisador holandês Benjamin Teensma, da Universidade de Leiden, nos Países Baixos, entrou em contato com os cearenses na busca de soluções locais para as expressões até então desconhecidas, o que rendeu algumas sugestões.

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt