Veja as diferenças entre a Rio 92 e a Rio+20

 em Clipping, Sustentabilidade

O Brasil sediará a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável entre os dias 13 e 22 de junho. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), esse é o segundo grande evento que busca soluções ambientais para salvar o planeta. Em 1992, o Brasil sediou a Rio 92, quando foram discutidos temas ligados a mudanças climáticas e assinados acordos para a redução da emissão de gases.

Segundo a Coordenação de Imprensa e Comunicação da Rio+20 no Brasil, “existe uma grande diferença entre a Rio 92, que representou a finalização de negociações iniciadas nas décadas anteriores e culminou na assinatura de documentos, como a Agenda 21 e as Convenções sobre Mudança do Clima e Biodiversidade, e a Rio+20, que deverá olhar para o futuro e construir a agenda do desenvolvimento sustentável para os próximos 20 anos”.

Giancarlo Summa, diretor da Unic Rio (Centro de Informações das Nações Unidas – Rio de Janeiro) e porta-voz adjunto da Rio+20, afirma que a conferência deste ano terá um caráter mais político do que a de 1992. Na anterior, segundo ele, “foram assinadas convenções importantes para o meio ambiente. Agora isso não vai acontecer. Não vamos assinar convenções, mas vamos firmar grandes acordos globais para desenvolvimentos sustentáveis”.

E acrescenta que, concretamente, deverá haver um acordo sobre os objetivos de desenvolvimento sustentável, que deverão ser aplicados a partir de 2015. “É uma conferência que tem um alcance muito mais abrangente sobre o desenvolvimento econômico, social, ambiental, as cidades sustentáveis, a prevenção de desastres naturais”, afirma.

 

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt