Com foco no segmento de açúcar, Rabobank pretende dobrar carteira de crédito no Brasil

 em Clipping

O Rabobank pretende dobrar a carteira de financiamentos ao setor do agronegócio no Brasil nos próximos anos, afirmou Tom van Nimwegen, diretor do banco no país. Atualmente, o portfólio de empréstimos soma US$ 4,5 bilhões. Desse total, perto de 40%, ou US$ 1,8 bilhão, destina-se ao segmento de açúcar, uma das principais apostas. Trata-se da maior carteira para o setor do banco no mundo, com capacidade de dobrar de tamanho em três a cinco anos.

— O segmento de açúcar é um dos mais estratégicos para nós — disse.

A perspectiva é de que a capacidade instalada de moagem de cana-de-açúcar no país duplique dos atuais 600 milhões de toneladas para 1,2 bilhão de toneladas até 2020. O objetivo do Rabobank é acompanhar esse avanço.

Hoje, a atuação do Rabobank está mais voltada para o alongamento de dívidas e financiamento do capital de giro dos clientes, já que os investimentos no setor seguem praticamente congelados.

— O setor está em uma fase difícil e agora é hora de dar apoio aos clientes do banco, não é momento de investir — afirmou Maria do Carmo Ferrante, chefe do setor de açúcar do Rabobank para as Américas.

Para ela, os investimentos só serão retomados quando o Brasil voltar a moer 600 milhões de toneladas de cana por ano, número equivalente à capacidade instalada. Hoje, a moagem está em 500 milhões de toneladas.

 

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt