'O Brasil virou uma escola para a Tetra Pak'

 em Clipping

Quando os suecos da Tetra Pak olham lá da matriz para o Brasil, eles veem não só uma operação de R$ 4 bilhões de faturamento que vendeu 12 bilhões de embalagens no ano passado. Além das dimensões do mercado em que atua, a filial brasileira tem uma importância estratégica. O Brasil é a o segundo País que mais exporta talentos para outras unidades da companhia. Hoje, 50 executivos de alto escalão formados aqui exercem funções de chefia em um dos 85 países em que a empresa sueca está presente. Na semana passada, Nelson Falavina, 45 anos, paulista de Campinas, desembarcou no Panamá para assumir o cargo de diretor presidente da Tetra Pak na América Central e Caribe.

Para ler na íntegra, clique aqui. 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt