Carambeí na Ponta da Linha

 In Destaque, Noticias

_MG_9496

Carambeí na Ponta da Linha é uma exposição temporária realizada no Parque das Águas, ala museal que integra o Parque Histórico de Carambeí, com a finalidade de mostrar aos visitantes a difícil realidade dos imigrantes da Colônia de Carambehy que necessitavam produzir seus próprios trajes.

“Com a exposição Carambeí na Ponta da Linha pretendemos exibir algumas técnicas que foram utilizadas durante o passado e que atualmente poucas pessoas continuam reproduzindo”, explica o historiador do Núcleo de Patrimônio e História do Parque Histórico Vilmar Carvalho.

A mostra é composta por máquinas de costuras, bordados, revistas de moda, carretel de madeira, entre outras peças curiosas que pertenceram aos pioneiros, oportunizará ao público conhecer a técnicas de costuras e bordados manuais que são transmitidos na comunidade entre gerações, relata o Vilmar. “O bordado se mostra como uma manifestação artesanal expressiva, uma tradição cultural holandesa que mesmo com o passar dos anos se mantém viva. É uma herança transmitida aos mais novos, e assim sucessivamente”.

Destaque

_MG_9492

Está em evidência na exposição uma amostra de bordado que foi confeccionada em 1885. É um modelo de bordado chamado de merklapen que utiliza de uma técnica para facilitar a produção de outros trabalhos manuais como este. O historiador e coordenador cultural da instituição, Felipe Pedroso, comenta que mesmo sendo uma peça produzida há mais de um século permanece em boas condições. “A composição orgânica dos tecidos são de fácil decomposição no decorrer dos tempos. Uma peça como esta, em bom estado e intacta pode ser considerada uma relíquia”.

Serviço:

A exposição Carambeí na Ponta da Linha, montada no Parque das Águas, abre para visitação do público no dia 12 de abril e permanecerá no museu até o dia 31 de julho. O Parque Histórico abre de terça a domingo, das 11h às 18h.

O ingresso para visitar a Vila Histórica e o Parque das Águas é R$15 e dá acesso à mostra. Crianças de a partir de 7 anos, estudantes, professores e doadores de sangue mediante apresentação de documento comprovatório pagam R7,50. Pessoas acima de 60 anos, crianças até 6 anos, moradores de Carambeí cadastrados, colaboradores e cooperados da Frísia Cooperativa Agroindustrial não pagam a taxa de visitação. O Parque Histórico possui uma política de gratuidade e toda a quarta-feira a visitação as alas museais é gratuita.

Informações e para agendar grupos entre em contato pelo e-mail agendamento@aphc.com.br.

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt