Museu recebe Coleção de Borboletas Adolpho Los

 In Destaque, Noticias

Acervo biológico, com mais de 80 anos, que pertenceu a filho de imigrantes holandeses é doado ao Parque Histórico de Carambeí.

Coleção de Borboletas Adolpho Los é doada para Associação Parque Histórico de Carambeí (APHC). O acervo que possui mais de oito décadas é composto por 1.558 borboletas, 23 casulos, 304 besouros e demais insetos. As amostras estão divididas de acordo com a catalogação realizada pelo colecionador e serão expostas em 54 gavetas entomológicas.

A coleção será abrigada na Vila Histórica, uma das alas museais que compõe a instituição, na mesma casa onde ficou exposta no primeiro ano após inauguração do Parque Histórico de Carambeí.

“As borboletas ficaram no museu por um ano. Neste período o Adolpho estava acamado e não pode ver o espaço, mas ficou orgulhoso em ter seu acervo exposto para os visitantes do Parque. Toda vez que íamos ao museu para realizar a manutenção das peças, ele perguntava como estava e queria saber tudo sobre a coleção. Por isso, acredito que ele ficaria muito feliz em doar a coleção para a instituição”, conta a viúva do colecionador Alida Verschoor Los.

O presidente da APHC, Dick Carlos de Geus, afirma que uma coleção desta magnitude irá enriquecer o acervo do museu. “As amostras merecem um lugar de destaque dentro do museu e precisam ser expostas devido a riqueza da peças que compõe a coleção. Nós como instituição museal somos gratos a família pela doação, assumimos o compromisso de cuidar e preservar esse acervo”.

Mesa de trabalho

Andrea Los van Gastel comenta que a sua mãe fez certo ao doar o acervo de seu pai, pois o valor dele é inestimável para a família. “Vai muito além dos bens materiais, é de grande valor afetivo, pois foram muitas horas do trabalho do meu pai e muito amor dedicado para formar essa coleção”.

Uma história para ser contada

“Mesmo o Parque Histórico sendo caracterizado como um museu de história. Uma coleção biológica tão singular como esta, criada e mantida pelo senhor Adolpho Los faz todo o sentido no conjunto das exposições que abrimos ao público. Principalmente por narrar a história do colecionador que fez parte da primeira geração de filhos de imigrantes holandeses dos Campos Gerais, nascidos no Brasil, e pela coleção em si que mostra a encantadora diversidade de borboletas da região”, explana o coordenador cultural e historiador da APHC Felipe Pedroso.

O colecionador catalogava todas as amostras

Alida comenta que doar a coleção para o museu é uma forma de manter viva a história de seu esposo. “Meu pai, meu tio e a família de Adolpho saíram da Holanda e escolheram Carambeí para viver. Meu esposo e eu nascemos aqui, estudamos aqui, casamos e criamos nossos filhos aqui. Muitos dos meus filhos e netos moram em Carambeí. Nossa história está ligada a esta cidade, ligada ao museu e doar a coleção para a instituição é o modo que encontrei para manter viva a história do meu esposo, possibilitar aos nosso descendentes e tantas outras pessoas conhecer essa história”.

Dick finaliza dizendo que essa é uma das histórias que merecem estar no museu. “Desde crianças Adolpho tinha o hábito de caçar borboletas, o que era hobby tornou-se uma grande paixão e resultou nessa coleção. Esta é uma história que merece ser contada no Parque Histórico”.

Serviço:

A Coleção de Borboletas Adolpho Los abrirá para visitação do público no dia 9 de fevereiro. Poderá ser visitada de terça a domingo, das 11h às 18h, no horário de funcionamento do Parque Histórico de Carambeí. Mas informações sobre visitas e para agendar grupos entrar em contato pelo e-mail agendamento@aphc.com.br.

Recommended Posts
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt