PARQUE HISTÓRICO LANÇA PROGRAMA “MEMÓRIA PLURAL”

 em Destaque

Os projetos História Visual e Vozes do Passado integram o programa e tem a finalidade de aproximar a comunidade do museu.

Núcleo de História e Patrimônio do Parque Histórico de Carambeí lança Programa Memória Plural com a finalidade de aproximar a comunidade, deste modo assume o compromisso comunitário do museu. O programe foi dividido em dois projetos: História Visual e Vozes do Passado.

“O programa é fruto das políticas de democratização de acesso que a instituição adotou ao longo dos últimos 4 anos”, explica Felipe Pedroso, historiador e coordenador cultural do Parque Histórico.

O Projeto História Visual é vinculado a campanha lançada pelo museu para que pessoas que possuem ou tiveram relações com a formação da Colônia Carambehy emprestem seus álbuns com fotos de família para serem digitalizados e usados em pesquisas pela equipe do museu, publicações e mostras fotográficas.

“Com os registros fotográficos o Núcleo de História e Patrimônio, composto por um corpo técnico de historiadores e estagiários de bacharelado em História, visa expandir as narrativas oficiais da história de formação de Carambeí, incluindo outras etnias tão importantes quanto a holandesa, como os indonésios, italianos, poloneses, portugueses e poloneses”, conta o historiador.

Por meio da metodologia da história oral, o Projeto Vozes do Passado também integra o Programa Memória Plural, onde são gravados em vídeos depoimentos de pessoas da comunidade que residiram na antiga Colônia Carambehy. “Os registros que retratam a vivência dos indivíduos que residiram na Colônia Carambehy têm como objetivo formar um banco de dados das diversas famílias multiétnicas que fizeram parte da história do município, para ampliar as pesquisas acerca das histórias privadas dessas pessoas.”

Felipe afirma que esse trabalho não tem data para ser finalizado, mas que é imprescindível para fomentar o trabalho realizado no museu. “Há muito ainda a ser revelado, é um projeto de longo prazo. Acredito que a formação desse banco de dados será um importante subsídio para pesquisadores interessados na temática da imigração”.

Postagens Recomendadas
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt