Parque Histórico de Carambeí e Frederica’s Koffiehuis divulgam as primeiras colocaçõesdo concurso gastronômico

 em Destaque, Noticias

Para definir as três primeiras colocadas do concurso Sua Torta Faz História o júri avaliou a apresentação da torta, harmonia, sabor, criatividade, identidade regional e textura.

Na quinta-feira (23), no Koffiehuis Confeitaria e Restaurante Parque Histórico de Carambeí aconteceu a final do concurso cultural e gastronômico Sua Torta Faz História. O evento realizado pelo Parque Histórico e Frederica’s Koffiehuis, duas forte marcas de atrativos turísticos da região e com influencias holandesas, teve o intuito de aproximar a comunidade local dos estabelecimento, revelar confeiteiros amadores, valorizar e difundir a cultura das tortas que traz milhares de visitantes a cidade em busca de uma saborosa experiência gastronômica.

“Acho importante este fortalecimento da cultura local, valorizando neste primeiro momento os moradores da cidade. Foi possível perceber durante o evento, o orgulho das participantes em estarem ali, mostrando o seu trabalho e a sua história, que acaba se misturando com a história da cidade. O concurso cultural gastronômico Sua Torta Faz História proporcionou isto”, destaca professora de gastronomia da Unicesumar, Jéssica Teles, júri técnico do concurso.

Para realizar o concurso os empreendimentos organizadores contaram com o patrocínio da Unicesumar, Colônia Holandesa, Frísia Cooperativa Agroindustrial, Herança Holandesa, Sebrae, Receptur, Supermercados Rickli e Curitidoce. A competição foi realizada em três etapas. Na primeira fase aconteceram workshops temáticos para auxiliar as participantes no processo da construção de suas tortas. No segundo momento as receitas foram apresentadas e testadas nas cozinhas dos estabelecimentos para que as candidatas pudessem saber como é produzir em um cozinha profissional. Para a final as inscritas precisaram fazer novas tortas para que o corpo de jurado pudesse avaliar.

A seleção das tortas mais saborosas foi feita por uma comissão julgadora composta por Nádia Jobogi gestora de negócios do Sebrae Paraná, Denise Miara proprietária da Brioche Ponta Grossa e integrante da diretoria da Rede Gastronômica dos Campos Gerais, professor Marco Aurélio Pereira historiador do departamento de História da Universidade Estadual de Ponta Grossa e pesquisador da história da alimentação, a jornalista Silvia Cordeiro do Onde Comer PG e a professora de gastronomia da Unicesumar Jéssica Teles.

Para avaliar as tortas os jurados seguiram os seguintes critérios: apresentação, harmonia, sabor, criatividade, identidade regional e textura. Os parâmetros para a avaliação foram definidos pela comissão organizadora, a professora da Unicesumar cita artifícios para tornar uma receita ganhadora. “Existem vários truques para se fazer uma boa torta, e o resultado final deve ser harmônico. Desde uma torta simples até uma mais elaborada, o segredo é saber valorizar os ingredientes que estão sendo utilizados, destacando os diferentes sabores e as texturas na torta. E na minha concepção foi este equilíbrio e a valorização dos ingredientes, que levou a Torta de Abóbora Gourmet para o primeiro lugar”.

1º lugar no concurso Terezinha Rain com a Torta de Abóbora Gourmet

Terezinha Rain, primeiro lugar no concurso, ficou emocionada com o prêmio. “Sempre gostei muito de cozinhar, há uns dois anos, comecei a fazer empadão e tortas para os conhecidos. Esta foi a primeira vez que participei de um concurso, tive medo, duvidei de minha capacidade, mas foi com o incentivo e ajuda de minhas amigas Patrícia Kremer e Rosana Definski que consegui o primeiro lugar”.

A inscrição do concurso foi gratuita, só puderam se inscrever moradores de Carambeí, foram realizadas 17 inscrições, apenas 8 candidatas seguiram até a final. Para a assessora de comunicação do Parque Histórico, Ana Paula Bomfim, o concurso foi pensado para aproximar a comunidade dos estabelecimentos e consequentemente incentivar o desenvolvimento profissional dos participantes.

“Com o concurso cultural e gastronômico, inicialmente, buscamos de uma estratégia para aproximar a comunidade local do Parque e da Frederica’s, envolve-la na história de Carambeí e na tradição das tortas que é difundida pelos estabelecimentos. O patrocínio da Unicesumar e do Sebrae nos possibilitou ir além, nos permitiu incentivar as ganhadoras dos três primeiros lugares a darem seus primeiros passos em direção a profissionalização”, anima-se a assessora de comunicação.

3º lugar Rosana Antunes com a Torta de Kiwi

Rosana Antunes, é confeiteira no Supermercado Rickli, recebeu o terceiro lugar no concurso e vê a premiação como uma oportunidade de mudar a sua vida profissional. “Fiquei muito feliz com o resultado, pois não imaginava que estaria entre as primeiras, já que todas as candidatas tinham uma boa receita. O resultado irá mudar em minha carreira, as minhas tortas não serão mais as mesmas, pois sei que agora tenho potencial para melhorar cada vez mais, sempre estudando e aperfeiçoando o meu trabalho. Sou grata a todos os envolvidos, nunca irei esquecer a noite de ontem”.

2º lugar Simone Marcondes com a Torta de Morango com Ruibarbo

O segundo lugar ficou com Simone Marcondes e esse foi incentivo para aprimorar seus conhecimentos. “Estou muito feliz com o resultado, valeu o esforço e o apoio de todos os que acreditaram em mim. Esta é a oportunidade que esperava para me desenvolver profissionalmente”.

A proprietária do Frederica’s Koffiehuis, Frederica Dykstra, ficou contente com o resultado do concurso e sinaliza que é a favor de outras edições. “Fiquei satisfeita com o resultado final, onde as participantes apresentaram sabores inéditos com ingredientes diferente do que temos hoje. O evento foi uma experiência bem diferente, pois sentimos que as participantes estavam a vontade para mostrar o resultado final das suas receitas, desenvolvidas ao longo do concurso, que esperamos ser o primeiro de muitos”.

Jéssica cumprimenta os organizadores do concurso pelo projeto. “Quero parabenizar todo o pessoal do evento, pois esta iniciativa faz os próprios moradores valorizarem este patrimônio da cidade. Muitas receitas de família acabam se perdendo no tempo, e o concurso ajuda no resgate destas boas memórias”, finaliza.

Postagens Recomendadas
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt