Mais de 10 mil pessoas prestigiaram a Feira Medieval do Parque Histórico

 em Destaque, Feira Medieval 2019, Noticias

Com público recorde de público a terceira edição do evento se consolida com uma das maiores do país.

O final de semana no Parque Histórico de Carambeí foi marcado por uma viagem no tempo com destino a Idade Média. Passaram mais de 10 mil pessoas pela terceira edição da Feira Medieval, público este que consagrou o evento como maior desta tipologia no Paraná e um dos maiores do Brasil.

“O evento foi ótimo, surpreendeu pela terceira vez, é sempre uma agradável surpresa. Recebemos visitantes de diversos Estados da região Sul e Sudeste. O público mesmo sem participar das atividades fica empolgado com o que é representado no Parque, com as encenações da Idade Média”, anima-se o presidente do Parque Histórico, Dick Carlos de Geus.

Entre feiticeiras, reis, rainhas, cavaleiros, vikings, celtas, árabes e mongóis o evento teve a proposta de aproximar o público de diferentes culturas da Idade Média. Povos que viveram em períodos e localidades distintas, durante o evento estavam todos reunidos em um único espaço representando suas tradições e com o intuito de proporcionar aos visitantes uma imersão na história da Idade Média.

Esta foi a primeira vez que mongóis e os árabes estiveram representados na Feira Medieval ao lado de outros povo, com o intuito de mostrar aos visitantes que a Idade Média também é composta pela diversidade. “O diferencial desta edição foi a inserção desse povos descentralizados, isso refletiu diretamente no púbico e muitas pessoas sentiram-se a vontade também para representar esses grupos étnicos com suas vestimentas. Houve pessoas vestidas de mongóis, de tribos da Caxemira e eslavos. Tudo isso vem ao encontro do que nós já trabalhamos no museu, a valorização da pluralidade e da diversidade”, conta o historiador e coordenador cultural do Parque Histórico, Felipe Pedroso.

A Feira Medieval do Parque Histórico, teve sua primeira edição em 2017, iniciou como uma proposta de ação educativa para atender apenas grupos escolares e falar da Idade Média. Na organização, o primeiro evento tomou corpo e foi aberto para o público de todas as idades. “Desde a primeira edição a Feira Medieval nunca perdeu o caráter educativo, se diversificou para atender o público, manteve a mesma forma de conteúdo histórico e expandiu em temas abordados. Hoje contamos com recortes que extrapolam a fronteira da Europa, com árabes e mongóis, abraçando ainda mais o que foi a totalidade do período medievo”, relata Lucas Kugler historiador e idealizador do evento.

A Feira Medieval de 2020 promete ter novos espaços para melhor atender aos visitantes. “Para a próxima edição pretendemos inserir ainda mais povos nas representações cênicas, evidenciar uma história menos eurocêntrica e de povos marginalizados pela própria historiografia tradicional. Teremos também muitas outras novidades”, diz Felipe. “São mais de mil anos de história de muitos povos, para a IV Feira Medieval novamente pretendemos expandir as fronteiras temáticas na Idade Média”, reforça Kugler. “Este é um evento que tem futuro e esperamos que no ano que vem possamos receber um púbico ainda maior que o desta edição. Com a realização de ventos como este o Parque está ganhando visibilidade e se consolida como referência no turismo dos Campos Gerais. Isto se deve as inovações constantes realizadas pelo corpo técnico do museu”, finaliza Dick.

Postagens Recomendadas
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt