Parque Histórico lança exposição virtual de acervo restrito

 em Destaque, Noticias

O lançamento de novas exposições virtuais, como Tesouros Ocultos, fazem parte da programação do museu.

O Parque Histórico de Carambeí, maior museu histórico a céu aberto do Brasil, foi inaugurado em 2011 e já figura entre os 55 museu mais visitados do país. O museu é o principal atrativo turístico dos Campos Gerais e tem utilizado da tecnologia em prol das atividades realizadas pela instituição.

Leonardo Pugina é historiador e integra o Núcleo de História e Patrimônio do Parque Histórico, conta como o museu pode se beneficiar das tendências tecnológicas. “Em uma época com avanços tecnológicos vertiginosos que modificam muitas das formas como interagimos com o mundo ao nosso redor, é natural que os museus também se adequem às tendências do presente. As novas tecnologias chegaram ao museu para revolucionar as metodologias. Mostras podem existir inteiramente apenas no universo virtual, enquanto exposições físicas podem se utilizar de recursos sonoros e visuais de iluminação, projeção 3D e até mesmo da realidade virtual ou aumentada, que proporcionam aos visitantes um nível jamais visto de interatividade. Além dos recursos expográficos, os formatos digitais também trouxeram mais facilidade ao acesso à informação: o pesquisador que possui interesse em consultar documentos, fotografias e qualquer tipo de fonte preservada por instituições de guarda de memória agora pode ter acesso às mesmas por meio da internet, desde que estas tenham passado por processo de digitalização. Tendo em vista este cenário, o Parque Histórico de Carambeí visa a difusão de seu acervo e de suas produções através da internet, com o intuito de universalizar o acesso ao conhecimento”.

O Parque Histórico, gradativamente, está se abrindo aos avanços tecnológicos e implantando-os para democratizar o acesso do público ao museu, explica o historiador e coordenador cultural da instituição museal, Felipe Pedroso. “É essencial e imprescindível que os museus se abram a sociedade, que tornem seus produtos culturais, históricos e artísticos acessíveis para todos. Uma forma de tornar isso possível é disponibiliza-los em meios digitais. Já faz uns dois anos que o Parque Histórico adotou essa medida, possuímos uma visitação 360º em nosso site, para aqueles que não podem vir até as dependências do museu e 90% das nossas exposições contam com versões digitais, desta forma, tornamos o conteúdo produzido aqui mais democrático e com maior abrangência”.

Entre as exposições que seguem em cartaz no Parque Histórico a exposição Tesouros Ocultos é única onde o público só poderá conhecer virtualmente. “A exposição Tesouros Ocultos tem o propósito de mostrar peças do acervo que nunca foram expostas ou exibidas em exposições físicas, ficam alojadas em nossa ‘reserva técnica’ por não possuírem um fio condutor com as exposições em cartaz ou não retratarem o recorte de temporalidade que é trabalhado no museu, mas que são repletas de histórias e curiosidades, como o conjunto de porta mantimentos Zappi, presente em muitos lares brasileiros no início do século XX e a lata de bala de caramelo tipo toffe tradicional da província holandesa de Zeeland na Holanda, presente em praticamente todas as casas de descendentes de imigrantes. São utensílios que trazem uma memória afetiva muito forte na comunidade”, relata Felipe.

A exposição Tesouros Ocultos está disponível no site do Parque www.aphc.com.br/tesouros .

Postagens Recomendadas
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt