Parque Histórico busca chancela de Indicação Geográfica para Tortas de Carambeí

 In Destaque, Noticias

A IG uma ferramenta para proteção e promoção da origem de produtos que têm qualidade e reputação únicas devido à sua origem geográfica, o selo Tortas de Carambeí fortalecerá o turismo gastronômico.

A Associação Parque Histórico de Carambeí com auxílio do Sebrae busca Indicação Geográfica (IG) Tortas de Carambeí, esta é uma ferramenta importante para proteção e valorização deste produto que hoje faz parte da identidade do município, que devido tradição cultural se tornou popular e colocou a cidade na rota do turismo gastronômico.

Koffiehuis Confeitaria e Restaurante do Parque Histórico de Carambeí

O presidente da Associação Parque Histórico de Carambeí, Dick Carlos de Geus, se animou com a possibilidade da Indicação Geográfica, pois este será um instrumento para atestar a autenticidade das tradicionais tortas comercializadas na cidade, que transmitem a história dos imigrantes pelo patrimônio imaterial. “Carambeí é notoriamente conhecida pela sua cultura alimentar que provêm do trabalho dos imigrantes que trouxeram a prática leiteira para a região de forma intensificada, os derivados de leite foram importantíssimos para a formação da tradição das tortas no município. A IG irá legitimar o ‘saber fazer’ e as receitas familiares que passaram de geração em geração, é sem dúvida um reconhecimento do legado deste povo”.

O historiador e coordenador cultural do Parque Histórico, Felipe Pedroso é pesquisador da história da alimentação reforça a fala de Geus e enfatiza a relevância do selo que reafirmará este como patrimônio de Carambeí. “O registro de Indicação Geográfica é um importante instrumento para validar a excelência na execução e produção de determinado produto, este registro é muito utilizado e difundido no ramo gastronômico europeu e caracteriza, dentre muitos aspectos, a qualidade, originalidade e forma de produção tradicional, algo singular daquela região. Conquistar esse registro em Carambeí, além do óbvio registro da IG também garantiria, consequentemente, a valorização das tortas como um bem patrimonial para a região”.

As consultoras que acompanham o processo pelo SEBRAE, Daniele Martins Machado e Nádia Terumi Joboji, estão muito felizes com o resultado do diagnóstico do potencial de Identificação Geográfica das Tortas de Carambeí, termo usado para proteção e promoção da origem de produtos que têm qualidade e reputação únicas devido à sua origem geográfica, confirmando possível chancela de notoriedade para a Associação Parque Histórico de Carambeí, reconhecendo e valorizando os produtos e serviços realizadas pelos produtores de Carambeí.

“Com o reconhecimento da IG os consumidores terão a garantia de origem das Tortas de Carambeí associados a um padrão de qualidade. Ainda, a IG trará mais visibilidade aos produtores, haja vista que seu reconhecimento é capaz de fazer com que as pessoas procurem mais pelo produto justamente pelas peculiaridades que a tornam original”, afirma a consultora Daniele.

Nádia acredita no fortalecimento do turismo com a certificação “Essa valorização das potencialidades de Carambeí fomentará ainda mais o turismo gastronômico, histórico e cultural, comprovando como cidade referência das deliciosas tortas de qualidade, trazendo um diferencial competitivo à confeitaria do Parque Histórico e também a todos que passarem pelos critérios que serão estabelecidos em conjunto com a Associação, que fará a gestão dessa marca. Ela fortalecerá a promoção da cultura local, enaltecendo e protegendo as características regionais das tortas”.

Frederica’s Koffiehuis

Christian Dykstra, diretor e sócio proprietário do Frederica’s Koffiehuis, a casa de tortas mais antiga de Carambeí, relata que a certificação permitirá a preservação e difusão da cultura das tortas, reforça a fala da Nádia referente ao incentivo para o turismo gastronômico. “A busca pelo selo de Indicação Geográfica Tortas de Carambeí, tem como um dos principais objetivos atestar a autenticidade e qualidade das tortas produzidas especificamente na cidade de Carambeí, ou seja, possuindo características e procedência bem definidas, com estreita ligação com a história, tradição e a cultura local. Além de ajudar a evitar a utilização indevida do nome protegido, pode ter como reflexo importantíssimo o estímulo ao turismo local e consequentemente ao desenvolvimento socioeconômico do município.”

Tortas Wolf

Proprietário do Tortas Wolf, Diego Wolf declara que o selo fortalecerá o os produtores e impedirá que empresários de outras localidades utilizem da marca Torta de Carambeí se que exercer os critérios definidos pela Associação. “Acredito que a IG é muito importante, justamente para não usarem da imagem daqui de Carambei como cidade das tortas para promoção e venda de produtos que não condizem com a nossa qualidade e tradição. É motivador participar desse processo, estamos animados”.

Recommended Posts
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt