Parque Histórico abre ao público exposição do Leite com nova expografia

 In Destaque, Noticias

Durante o período em que a Casa da Memória ficou fechada a exposição foi reestruturada

A Casa da Memória, primeira ala museal do Parque Histórico de Carambeí, está com uma nova identidade visual para retratar relação dos imigrantes com a produção leiteira. O antigo estábulo, datado de 1946, que abriga coleções e exposições do museu passou por uma reestruturação durante o período em que ficou fechado ao público devido à pandemia, a exposição de longa duração sobre o leite está com nova expografia.

Do mês de março de 2020 até o mês de junho de 2021 a Casa da Memória ficou fechada para visitação, mesmo quando outras alas do Parque Histórico já estavam abertas ao público. Neste período, a equipe que compõe o Núcleo de História e Patrimônio do museu dedicou-se em ações de reestruturação do espaço, centrando em pesquisas para evidenciar a relação dos imigrantes com o leite, relata Felipe Pedroso que é o historiador e coordenador cultural do Parque Histórico. “Após o fechamento temporário do museu pelo cenário pandêmico a equipe técnica pode se debruçar em projetos de reestruturação das exposições permanentes, um espaço que teve uma atenção especial foi a Casa da Memória. No piso inferior foi preparado uma reelaboração da exposição que explora a relação cultural do povo holandês com o leite e também de como se deu esse desdobramento na colônia de Carambeí.”

As peças que integram a exposição foram organizadas de modo que auxiliem a contar a história da tradição leiteira na comunidade, mas o desafio encontrado pela equipe foi inserir a narrativa com uma identidade visual de forma que não fosse evasiva e tomando o cuidado com a estrutura original do ambiente. “Tecnicamente o que fizemos foi aplicar métodos expográficos nessa exposição, tínhamos um problema em não poder mexer nas paredes que são originais da construção da edificação (1946), esse inclusive foi um dos principais motivos pelo atraso em apresentar essas mudanças, após resolvido o impasse, foi realizada pelos historiadores uma pesquisa que desse sentido na relação dos holandeses com o leite desde o período medieval e também o impacto da prática láctea em Carambeí. Foram utilizadas as mesmas peças que haviam no local, mas agora rearranjadas no espaço e com uma ligação com a redação expográfica”, conta o historiador.

Pedroso diz que o trabalho com a exposição não finalizou, as pesquisas continuam e pretende lançar um vídeo que ficará rodando na Casa da Memória, deste modo os visitantes poderão ver como era a atividade leiteira no início na antiga colônia de imigrantes. “Espero que todos gostem da mudança, estamos preparando também um vídeo com imagens inéditas da vida na colônia e no tratamento do leite no início da operação da cooperativa, esperamos que até o fim do ano ele também seja inserido na exposição”.

Serviço:

A Casa da Memória abre para visitação de terça a domingo, das 10h às 17h, a entrada nesta ala museal é gratuita. Os visitantes encontram neste ambiente exposições de curta e longa duração que os levam a uma viagem pela história e cultura dos imigrantes em Carambeí.

 

Recommended Posts
Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt