0

Equipe do Parque Histórico recebe treinamento de acessibilidade

 

A Associação do Deficientes Físicos de Ponta Grossa recebe funcionários do museu para vivencia com portadores de necessidades especiais.

O cuidado para com o atendimento ao público sempre foi umas das prioridades dos gestores do Parque Histórico de Carambeí, a recepção dos visitantes com necessidades especiais é priorizada. Devido a isto, a instituição museal proporciona treinamento para que a equipe aprenda como acolher a todos os públicos.

O Parque Histórico realizou uma parceria com a Associação de Deficientes Físicos de Ponta Grossa (ADFPG) com o intuito de renovar o treinamento de acessibilidade oferecido aos funcionários. A prática oferecida pela ADFPG aos mediadores e o corpo técnico do museu foi a vivencia com os portadores de necessidades especiais.

“O treinamento de acessibilidade oferecido a equipe do Parque foi realizado em 2016, desde então trocamos alguns funcionários e a própria capacitação já estava obsoleta. Sentíamos a necessidade de aprimorar nosso atendimento para com os visitantes com necessidades especiais. A prática oferecida pela Associação de Deficientes foi excelente, pois nos deparamos com as dificuldades corriqueiras e diferente de cada membro da ADFPG.”, declara Leandro Carneiro, coordenador de mediação do Parque.

Pablo Kyoshi Rocha, historiador e mediador da instituição museal, afirmou que a experiência de vivenciar o cotidiano dos deficientes foi rica, pois fez a equipe valorizar e perceber que cada visitante do Parque é muito mais do que estão vendo. “Saímos do habitual para vivenciar o dia a dia dos profissionais da Associação e das pessoas com necessidades especiais que participam das atividades oferecidas pela instituição. Conhecemos histórias diferentes, percebemos que cada um tem uma maneira de enxergar a vida. Isso foi enriquecedor e nos fez perceber que não é só receber o visitante com necessidades especiais, nós precisamos acolher cada pessoa que passa pelo Parque em suas diferentes necessidades”.

O historiador e coordenador do núcleo educativo do museu, Lucas Kugler, afirmar que a experiência foi um presente para todos e o estimulou a pensar em formas diferentes para trabalhar com públicos distintos. “Nos foi apresentada uma realidade que não sentimos na pele, pudemos andar de cadeiras de rodas, sentir as dificuldades e limitações dos cadeirantes. Aprendemos que cada caso é um caso, mas que as pessoas com necessidades especiais podem sentir e receber tudo o que o Parque oferece. Foi uma experiência empática e que acrescenta tanto nas questões humanas quanto profissionais, nos estimulou a atenção e o cuidado na realização das mediações para todos os públicos”.

O Parque Histórico, por ser um museu, está em constante busca para cumprir seu papel social para com o seu público, aproximar a comunidade e visitantes, mostrar que instituições museais são ambientes vivos e em constante transformação para que todos sintam-se acolhidos.

“Esta é a função do museu, tornar o acesso universal a seus produtos históricos e culturais, é importante que todos tenham a possibilidade de nos visitar, e esse é um compromisso que fortalecemos constantemente”, finaliza Felipe Pedroso, historiador e coordenador cultural do Parque.

0

Visite o Parque Histórico e conheça a Holanda paranaense

Passear pelo museu é um convite para vivenciar diferentes culturas sem sair do Brasil.

Já imaginou conhecer a cultura holandesa sem precisar atravessar o oceano? Isso é possível visitando o Parque Histórico de Carambeí, memorial da imigração holandesa e o maior museu histórico a céu aberto do Brasil, o principal atrativo dos Campos Gerais que fica a cerca de 140 km de Curitiba.

O Parque Histórico é conhecido como o cantinho mais holandês do Paraná, foi construído em uma área de 100 mil metros quadrados e une uma vasta área de jardins a construções arquitetônicas. O museu é dividido em três alas museais.

Estábulo construído em 1946 abriga a primeira ala do museu

A Casa da Memória, fica logo na entrada, ocupa um antigo estábulo construído em 1946 e abriga parte do acervo histórico. Neste mesmo ambiente encontra-se o souvenirs que possui bibelôs importados da Holanda e artesanato local, dividindo o ambiente tem o Koffiehuis Confeitaria e Restaurante do Parque onde são servidos pratos doces e salgados com as tradicionais receitas trazidas pelos imigrantes.

Reprodução da antiga Colônia Carambehy

A Vila Histórica, ala museal inaugurada em 2011 para celebrar o centenário da imigração holandesa na região, possui réplicas de construções que datam de 1930 a 1950. Nesta área os visitantes são levados para uma viagem no tempo em um vilarejo que reproduz a história e cultura dos imigrantes que se estabeleceram em Carambeí. Essa volta ao passado encanta o público de diferentes idades: os adultos revivem lembranças, já as crianças ficam impressionadas ao ver a simplicidade da vida na antiga colônia e como era viver em período sem a tecnologia dos dias atuais.

Museu do Trator e Implemento Agrícola

O Museu do Trator integra a ala da Vila Histórica e encanta os apaixonados pela vida no campo. Com máquinas e implementos agrícolas mostra as transformações tecnológicas pelas quais a agricultura passou.

 

Parque das Águas é o cenário holandês que fascina os visitantes

No Parque das Águas, reprodução de um parque ambiental holandês, o visitante encanta-se com o cenário que faz com que este sinta-se na Holanda. Neste ambiente é possível degustar as tradicionais tortas, porções de petiscos típicos holandeses e indonésios, além de contemplar a exuberante natureza.

Serviço:
O Parque Histórico de Carambeí abre de terça a domingo, das 11h às 18h. Mais informações pelos telefones 42 3231-5063 e 98433-4639.

0

Parque Histórico está atendendo em horário especial de final de ano

Até o dia 28 o museu abrirá das 11h às 22h e até o dia 30 a entrada será apenas R$5.

Entre os dias 26 e 28 de dezembro, devido ao recesso de fim de ano, o Parque Histórico de Carambeí atenderá com horário estendido, das 11h às 22h. Nos dias 29 e 30, deste mês, o atendimento será das 11h às 18h. Neste período será praticada uma tarifa social para a visitação no valor de R$5 para todos, somente crianças até 12 anos serão isentas da taxa.

O Parque Histórico de Carambeí é o maior museu histórico a céu aberto do Brasil, une uma extensa área de jardins a reproduções arquitetônicas. É um excelente passeio para o público de todas as idades, adultos e crianças são convidados a vivenciarem diferentes culturas em um só lugar.

Visitando as alas museais os turistas conhecem a história e a cultura dos imigrantes em Carambeí. No Koffiehuis Confeitaria e Restaurante do museu é possível conhecer e provar dos sabores das tradicionais receitas típicas holandesas e indonésias. Por fim, os turistas precisam passar pelo souvenirs para comprar um bibelôs importado da Holanda, ou artesanato local para levar uma lembrança do Parque.

Mais informações pelos telefones 42 3231-5063 e 98433-4639.

0

Coral da Princesa dos Campos se apresenta no Parque Histórico de Carambeí

          Assessoria Princesa dos Campos

O último dia do espetáculo Natal de Todos os Povos do Parque Histórico de Carambeí contará com uma participação especial neste sábado, dia 22 de dezembro. O coral da Princesa dos Campos, que integra coralistas surdos, fará apresentação a partir das 20h30 incluindo interpretação das canções natalinas com voz e língua brasileira de sinais (libras). A atração promete emocionar o público ao unir, de forma lúdica e dinâmica, atividades musicais, teatro, dança e acrobacias circenses, para transmitir uma mensagem natalina com o ápice no nascimento do menino Jesus.

Este é o terceiro ano que o grupo participa do Natal no Parque. “O coral da Princesa dos Campos se prepara o ano todo para diversos momentos com repertórios específicos para cada ocasião. Porém, o período mais esperado é o final do ano, com as apresentações natalinas. Participar pelo terceiro ano consecutivo desse grandioso espetáculo no Parque Histórico motiva o grupo e faz cada integrante se sentir honrado em fazer parte”, destaca Anna Maria Crivoi, psicóloga e coordenadora do coral.

O coral da Princesa dos Campos foi fundado em outubro de 2011, após a realização de uma oficina de música na empresa, onde diversos profissionais demonstraram interesse em participar de atividades musicais. Em seguida, foram abertas as inscrições para integrar o grupo e iniciados os preparativos de repertório para o Natal de 2011.

Como diversos profissionais surdos integram o quadro funcional, a empresa reformulou o projeto e realizou a inclusão de surdos no coral, inclusive com acompanhamento de profissional intérprete de libras. “O coral é uma forma de dar um lugar a eles não apenas na prática laborativa, mas integrá-los realmente em uma atividade que parece inimaginável, que é participar de um coral”, explica Anna Maria. E, além da integração, o projeto despertou o desejo dos colegas a aprender libras.

A apresentação no Parque Histórico de Carambeí integra a agenda de apresentações natalinas do coral da Princesa dos Campos, que já levou suas mensagens de Natal ao Centro Educacional Marista Santa Mônica, Aproaut (Associação de Proteção dos Autistas) e Hospital Regional, em Ponta Grossa, além de Telêmaco Borba. Nesta sexta-feira, dia 21 de dezembro, o grupo faz apresentações na rodoviária de Ponta Grossa, na Rodoferroviária de Curitiba e na Casa do Papai Noel em São José dos Pinhais. O espetáculo no Parque Histórico de Carambeí será o encerramento das atividades do ano.

No sábado, para a apresentação do espetáculo Natal de Todos os Povos, será destinado lugar nas primeiras fileiras em frente ao palco para que os surdos possam assistir à apresentação. Durante todo o espetáculo haverá um intérprete de libras para que todos possam acompanhar.

 

Serviço:

Sábado o ingresso para o Natal no Parque é R$ 30. Estudantes, professores, doadores de sangue, moradores de Carambeí cadastrados e pessoas acima de 60 anos terão direto a meia entrada. Crianças até 12 anos serão isentas da taxa. O estacionamento é beneficente aos finais de semana e o valor será revertido a Rede Feminina de Combate ao Câncer, a taxa é de R$ 10. Mais informações pelos telefones (42) 3231-5063 e 98433-4639.

0

Coral de surdos se apresentará no Natal no Parque

Este é o terceiro ano que o grupo integra os corais participantes do espetáculo natalino realizado pelo Parque Histórico.   

O último dia de apresentação do espetáculo Natal de Todos os Povos do Parque Histórico de Carambeí será no sábado, dia 22 de dezembro, às 20h30 e será marcado pela participação dos corais da empresa Princesa dos Campos que possui coralistas surdos e do Colégio Sepam.

O Parque Histórico possui uma política de inclusão social e sempre que pode realiza atividades voltadas aos diferentes públicos. “Acho importantíssimo organizarmos pelo menos um dia do evento direcionado aos surdos, pois mostra nosso compromisso com a inclusão.  Recentemente toda a equipe da instituição participou de um workshop de inclusão na Associação dos Deficientes Físicos de Ponta Grossa, tivemos a oportunidade de trabalhar com pessoas em suas mais diversas necessidades”, declara Leandro Marcondes, coordenador mediação do Parque Histórico.

Mariana Pereira, interprete de libras do coral de surdos da Princesa dos Campos, conta que o coro foi fundado quando a empresa notou a necessidade de integrar os funcionários surdos e que ficam animados em participar do evento do Parque. “A empresa fez uma parceria com a o Centro Pontagrossense de Reabilitação Auditiva e da Fala (CEPRAF). Desde então o coral de surdos, formado por funcionários da Princesa dos Campos e alunos da CEPRAF, integra o coro da empresa. Este é o terceiro ano que o coral participará do espetáculo natalino, sempre nos surpreendemos com as apresentações e acreditamos que este ano não será diferente”.

A regente dos corais da Princesa dos Campos e do Sepam, Magali Roth Janeczko, explica o trabalho de integração dos corais.” Desde 2014 os surdos integram o coral de ouvintes que ensaia todas as terças. Quando o repertório está pronto os surdos participam dos últimos ensaios dois ou três ensaios para inserir a parte de libras, enquanto o coral canta o grupo faz libras das músicas apresentadas. O trabalho é realizado em conjunto com a Mariana que fica ao meu lado fazendo as libras enquanto estou regendo o coral”.

No sábado, para a apresentação do espetáculo Natal de Todos os Povos, será destinado lugar nas primeiras fileiras em frente ao palco para que os surdos possam assistir a apresentação. Durante todo o espetáculo haverá um interprete de libras para que todos possam acompanhar.

Serviço:

Sábado o ingresso para o Natal no Parque éR$30. Estudantes, professores, doadores de sangue, moradores de Carambeí cadastrados e pessoas acima de 60 anos terão direto a meia entrada. Crianças até 12 anos serão isentas da taxa. O estacionamento é beneficente aos finais de semana e o valor será revertido a Rede Feminina de Combate ao Câncer, a taxa é de R$10. Mais informações pelos telefones 42 3231-5063 e 98433-4639.

0

Parque Histórico realiza emocionante espetáculo natalino

Natal de Todos os Povos é uma apresentação lúdica e dinâmica que tem emocionado o público.
O Natal no Parque, maior evento natalino dos Campos Gerais, está chegando ao fim. Nos dias 21 e 22 de dezembro, às 20h30, serão realizadas as últimas apresentações do espetáculo Natal de Todos os Povos, tema da oitava edição do evento.
Com uma apresentação lúdica e dinâmica, com música, dança, acrobacias circenses e a participação especial da Banda Marcial do Colégio Santana, o Parque Histórico busca passar uma mensagem natalina que tem em seu ápice o nascimento do menino Jesus.

Toda a trama se desenrola por meio da imaginação de Malu, uma garotinha muito esperta que tem um amigo imaginário. A menininha com o auxílio de seu amigo viaja o mundo, conhece as tradições natalinas de outros países e descobre que o sentido do Natal é voltar todos os anos para o cenário do presépio com o menino Jesus. O espetáculo tem levado o público do riso as lágrimas, em instantes.
A programação completa do evento e os valores de ingressos estão disponível no site www.aphc.com.br/natal.

0

Parque Histórico realiza Desfile de Natal

 

A magia do Natal está no ar. Com o intuito de proporcionar ao público uma viagem lúdica e aproxima-lo do espírito natalino, o Parque Histórico de Carambeí preparou uma extensa programação cultural que segue até o dia 23 de dezembro. Na oitava edição do evento natalino o Desfile de Natal tem cativado os visitantes nas tardes dos sábados.

Bailarinas com trajes bem coloridos e alusivos ao Natal, com detalhes de presentes, pinheiros e símbolos natalinos. A trupe do circo faz malabarismo, piruetas e acrobacias. Seguem acompanhando o Desfile de Natal os personagens principais do espetáculo Natal de Todos os Povos e o Papai Noel ao som da Banda Marcial do Colégio Santana da cidade de Ponta Grossa. O grupo se concentra em frente ao Koffiehuis Confeitaria e Restaurante Parque Histórico, às 18h45 sai em desfile pela Vila Histórica e Parque das Águas.

Banda Marcial Colégio Santana no Desfile de Natal

“Tem sido muito gratificante essa experiência. Eu toco junto com os músicos da Banda Marcial do Colégio Santana, como uma estratégia de diversão e relaxamento antes do espetáculo.  É satisfatório ver que os visitantes seguem o desfile, filmam, sorriem e se divertem. As crianças ficam na expectativa de ver o Papai Noel. Precisamos repetir esta atividade nas próximas edições”, anima-se Carlos Taques, maestro da Banda Marcial do Colégio Santana.

Aproveitando os últimos dias do evento o Desfile de Natal será realizado nos dias 21 e 22 de dezembro, às 18h45. Todos estão convidados a participar: “Convidamos o público do Parque para que chegue mais cedo e venha participar do desfile, que vivenciem a magia do Natal que está chegando. O Desfile de Natal é aberto a todos, quem quiser participar será bem-vindo e convidamos as crianças para que venham fantasiadas para que vivam a magia do Natal”.

Mais informações, a programação completa do Natal no Parque e os valores de ingressos estão disponíveis no site www.aphc.com.br/natal.

0

Casamento duplo será destaque no Natal no Parque

Museu Interativo resgata tradição e encenará casamento duplo na Colônia Carambehy na década de 1920.

Neste sábado, com uma festa e a encenação de um casamento duplo realizado na década de 1920, na antiga Colônia Carambehy, os voluntários do Museu Interativo encerrarão o calendário de atividades no Parque Histórico de Carambeí do ano de 2018. A apresentação integra a programação especial do Natal no Parque.

Em datas comemorativas os integrantes do Museu Interativo reproduzem o cotidiano dos imigrantes na Vila Histórica, ala museal do Parque Histórico que possui réplicas de construções da antiga colônia. Nestes dias, o público faz uma imersão na história e na cultura dos imigrantes por meio do cenário e da interação com os voluntários que estão trajados com roupas de época.

Para finalizar as atividades deste ano e com o intuito de enriquecer a programação do Natal no Parque a equipe está organizando um casamento duplo, muito comum na Colônia Carambeí nos anos de 1920.

Foto: acervo APHC

“Os inusitados casamentos duplos eram comuns na antiga colônia até a década de 1930, pois até esse momento a comunidade não possuía um pastor. As cerimônias oficias só aconteciam quando vinha um pastor da Igreja Luterana da cidade de Castro, os colonos aproveitavam a oportunidade e realizavam mais de um casamento na mesma celebração”, relata Felipe Pedroso, historiador e coordenador cultural do Parque Histórico de Carambeí.

Serviço:

No site www.aphc.com.br/natal está disponível a programação completa do Natal no Parque e valores de ingressos. Mais informações pelos telefones 42 3231-5063 e 98433-4639.

0

Natal eslavo no Parque Histórico

Os Grupos Folclóricos Wisla e Poltava pretendem cativar o público com a tradição natalina de seus respectivos antepassados.

No Natal no Parque o domingo, dia 16 de dezembro, foi reservado para a difusão das tradições culturais eslavas. O maior evento natalino dos Campos Gerais, realizado pelo Parque Histórico de Carambeí, tem o compromisso de proporcionar ao público uma festividade natalina diferenciada e a vivência de diferentes culturas.

Por meio da temática escolhida para a 8ª edição do evento, Natal de Todos os Povos, o Parque Histórico insere a festividade natalina no conceito de pluralidade defendido pelo museu, que visa proporcionar ao público a vivencia de culturas distintas como tem sido trabalhado em outros eventos realizados pela instituição.

Pelo quinto ano consecutivo o Wilsa – Grupo Folclórico Polonês do Paraná, de Curitiba, se prepara para mais uma vez cativar o público com o Auto de Natal Jaselka. A apresentação de tradição medieval polonesa tem como estrela principal o menino Jesus, acompanhado de Maria e José. Com danças e cantos típicos que são apresentados com belíssimos trajes, o grupo proporciona ao público um lindo espetáculo para mostrar esta que é uma manifestação popular ainda presente na Polônia e que foi trazida ao Brasil por imigrantes.

As tradições e costumes de diversas regiões da Ucrânia também se farão presente no evento. O Grupo Folclórico Poltava, de Curitiba, preparou uma apresentação especial a ocasião com um repertório de coreografias natalinas, populares e de cunho patriótico.

Com trajes coloridos, ricos em detalhes, muita alegria e uma apresentação contagiante os dois grupos encerram as apresentações étnicas no Natal no Parque.

Serviço:

Neste domingo, o ingresso para visitar o Parque Histórico será R$20. Professores, estudantes, pessoas acima de 60 anos e doadores de sangue pagarão metade do valor, R$10. Crianças até 12 anos serão isentas. O estacionamento cobrado aos finais de semana do evento é R$10, o valor arrecadado será destinado a Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Até o dia 23 de dezembro o Parque Histórico de Carambeí está atendendo até às 22h, o horário diferenciado se deve a programação especial do Natal no Parque. Mais informações sobre valores e a programação completa estão disponíveis no site www.aphc.com.br/natal

0

TripAdvisor concede certificação ao Parque Histórico

O Parque Histórico de Carambeí, o maior museu histórico a céu aberto do Brasil, recebeu pelo quarto ano a certificação do TripAdvisor, maior site de viagens do mundo com informações relacionadas ao turismo.

Neste site as avaliações são feitas por turistas que visitaram, se hospedaram, degustaram a gastronomia num determinado local e avaliaram os serviços oferecidos. “Essa é uma importantíssima premiação validada pela experiência de nossos visitantes, que avaliam a atuação da instituição. E isso se deve principalmente ao trabalho dedicado de nossa equipe multidisciplinar pautada no tripé da museologia: preservação, pesquisa e difusão. Esses três elementos são essenciais para o bom funcionamento do museu e acabam por atrair novos turistas ao local”, relata Felipe Pedroso historiador e coordenador cultural do Parque Histórico.

O reconhecimento do público animou Leandro Marcondes, coordenador de mediação do museu. “A certificação do TripAdvisor motiva toda a equipe, pois ela é validada em conformidade com as avaliações que recebemos dos visitantes do Parque. Este é resultado do bom desempenho de toda a equipe multidisciplinar da instituição e da mediação que é o contato direto com os turistas”, finaliza.

Contate-nos

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt