Público aprova novo formato da Festa dos Imigrantes

 In Destaque, Noticias

DCIM100GOPROG0011223.

Festa dos Imigrantes foi um sucesso, superou a expectativa da organização e teve público recorde.

A Festa dos Imigrantes, organizada pela Associação Parque Histórico de Carambeí (APHC), realizada entre os dias 29 e 31 de maio teve recorde de público. Passaram pelo Parque Histórico de Carambeí, durante a festividade, mais de 15,5 mil pessoas.
Na oitava edição da festividade a APHC reformulou o conceito do evento, priorizou o típico na gastronomia e nas apresentações culturais. O presidente da APHC, Dick Carlos de Geus, explica que o novo formato do evento agradou ao público por proporcionar uma programação diversificada com gastronomia, apresentações folclóricas, encenação do cotidiano dos imigrantes e a inauguração do espaço museal da instituição o Parque das Águas. “A Feira Gastronômica com pratos típicos de outras etnias, além da culinária holandesa e indonésia tradicional em Carambeí, atraiu muitas pessoas. Boa comida sempre atrai público. Outro fator que trouxe pessoas para o evento foi a possibilidade de assistir a apresentações de nove grupos folclóricos e conhecer um pouco da cultura de cada etnia, ali representada. O Museu Interativo com a encenação de um casamento da década de 1930, realizado no sábado (30), deixou muitas pessoas curiosas para saber como era uma celebração antigamente e trouxe muitos turistas para prestigiar. Muitas pessoas vieram para conhecer a novidade do Parque Histórico, pois muitos estavam curiosos para ver como ficou a nova ala museal, o Parque das Águas, que tanto se falava na mídia”.
Por meio da gastronomia, das apresentações folclóricas e da encenação do Museu Interativo a associação oportunizou aos visitantes vivenciar diferentes culturas em um único lugar. O público aprovou o novo formato da festividade com uma programação totalmente cultural, como relata o visitante de Rio Negro – PR, César Augusto Kundlatsch, “Fiquei surpreso com o número de pessoas neste evento e com a qualidade das atividades propostas. Incrível reunir tantas pessoas com o foco cultural e de resgate das tradições”.
Em um único ambiente, foi disponibilizado ao público assistir diferentes apresentações e conhecer os costumes das etnias que formam o Paraná. Para o diretor artístico do Grupo Folclórico Polonês do Paraná Wisla, Lourival de Araujo Filho, a festividade proporcionou aos turista conhecer a rica cultura paranaense em forma de espetáculo. “O evento foi uma festa de oportunidades. Oportunidade para as crianças, jovens e adultos de meu grupo poderem manifestar seu amor e dedicação na divulgação de sua cultura e trabalho artístico. Oportunidade para, juntamente com outros grupos, intercambiar experiências no âmbito de espetáculos e eventos. Oportunidade para o público presente poder avaliar quão rica é nossa terra, o “Paraná de todos os povos”, riquíssimo culturalmente”.
O presidente da associação atribui o sucesso do evento aos voluntários que contribuíram para a realização da festa, aos grupos folclóricos que se apresentaram e a todas as pessoas que de algum modo se envolveram no evento. “Quero agradecer aos voluntários do Museu Interativo que sempre doam seu tempo e dão vida ao Parque Histórico, assim oportunizam aos turistas uma experiência única de voltar no tempo da Colônia Carambehy. Agradeço aos grupos folclóricos que aceitaram o nosso convite e deixaram a Festa dos Imigrantes mais colorida e rica culturalmente. As pessoas que participaram da praça de alimentação. Não posso deixar de citar o nosso querido e saudoso Johannes Jacobus Gillissen, marinheiro e arquiteto, pelos memoráveis trabalhos realizados no Parque Histórico e a idealização do Parque das Águas. Ao público que prestigiou e aprovou o novo formato da Festa dos Imigrantes”, reconhece Dick.
Mal acabou o evento e a APHC está pensando em novidades para a Festa dos Imigrantes em 2016. O historiador da instituição e coordenador cultural, Felipe Pedroso, fala dos projetos para a próxima edição da festividade. “Para próximas edições o público infanto-juvenitl também terá atividades direcionadas, a contação de histórias folclóricas das nações imigrantes na região será um dos atrativos na festa e pretende cativar todas as gerações. Outra novidade será abrir espaço para as imigrações contemporâneas, tornando o evento ainda mais plural”.

Recent Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt